Topo
pesquisar

Ensino de Geografia no 9º Ano do Ensino Fundamental-EJA na Unidade Escolar Maria do Carmo Reverdosa da Cruz- Teresina/Pi

Educação

Este artigo vem retratando as experiências vividas em sala de aula fazendo uso de metodologias que melhorasse o ensino de geografia

RESUMO

Este artigo tem como objetivo conhecer como o ensino de geografia esta sendo abordado no 9º ano no Ensino Fundamental-EJA na Unidade Escolar Maria do Carmo Reverdosa da Cruz e relatar as experiências vivenciadas pelos bolsistas nesta escola. A metodologia utilizada foi pesquisa bibliográfica e de campo. Os resultados obtidos foram os relatos de experiência, onde nós pibidianos usamos de recurso alternativos  para dinamizar a abordagem dos conteúdos junto à prática do professor de geografia e como respostas os alunos participavam com mais desenvoltura, apesar de alguns no inicio terem relutado. Essa experiência foi muito enriquecedora  porque tivemos contato direto com a sala de aula e como a realidade do que é ser professor.

Palavras-chave: Ensino. Geografia. Recursos Alternativos.

1. INTRODUÇÃO

O objetivo geral deste artigo é conhecer como o ensino de geografia esta sendo abordado no 9º ano no Ensino Fundamental-EJA na Unidade Escolar Maria do Carmo Reverdosa da Cruz e relatar experiências vivenciadas pelos bolsistas na referida escola. Tendo como objetivos específicos, identificar a forma de abordagem do ensino geográfico em sala de aula e desenvolver recursos que visem dinamizar o ensino de geografia.

A metodologia para a elaboração desse artigo foi à pesquisa bibliográfica e a pesquisa de campo. O trabalho esta estruturado em três partes: a Introdução; Relato de Experiência e a Conclusão, em que apresentamos sugestões para dinamizar as atividades em sala de aula.

2. RELATO DE EXPERIÊNCIA

Este artigo vem retratando as experiências vividas em sala de aula fazendo uso de metodologias que melhorasse o ensino de geografia, onde foram realizadas as seguintes atividades:

  • Mês de Agosto: Durante esse período foi realizados aulas expositivas com apresentação de slide show sobre o tema Desemprego, em que procuramos  chamar a atenção deles para a realidade no qual estão inseridos, havendo uma tímida participação por parte dos alunos..
  • Mês de Setembro: Neste mês ajudamos o professor na exposição do conteúdo “Consumo e Propaganda”. Nesta ocasião aproveitamos para promover uma dinâmica com os educandos, onde eles apresentavam um produto fazendo uso da propaganda e se mostraram mais participativos.
  • Mês de Outubro: Foi trabalhado o tema Globalização através de aulas expositivas dialogadas. Para uma aprendizagem do conteúdo pelos alunos foi sugerida a produção de charges pelos mesmos com o objetivo de estimular o censo crítico deste em relação ao tema, porém não teve êxito, pois eles não realizaram a atividade proposta.
  • Mês de Novembro: Durante esse mês continuamos com as aulas expositivas dialogadas ainda sobre o tema “Globalização”. Em seguida foram expostos  vídeos que mostrassem esse processo, mas sempre fazendo um recorte para a realidade deles. Diante desse fato percebemos os alunos gostavam de serem questionados, pois o assunto faz parte do cotidiano dos mesmos.

3. CONCLUSÃO

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Durante o nosso trabalho podemos perceber que o professor faz uso de metodologias tradicionais, somente exposição oral, tornando o ensino de geografia descritivo e enfadonho, nas quais o professor é o detentor do conhecimento e o aluno o receptor deste. Diante disso sugerimos ao professor fazer uso de recursos alternativos, slides, vídeos, trabalhos de campo, mas sem deixar de fazer uso da parte teórica, pois o êxito na abordagem do ensino de geografia assim como as demais ciências esta na união do teórico com a prática.

Portanto esse trabalho foi de grande importância para nós pibidianos, pois tivemos contato direto com a sala de aula, e com o auxilio do professor dinamizar as aulas de geografia contribuindo com a formação do senso crítico dos alunos.

4. REFERÊNCIA

VESENTINI, José William. Educação e Ensino da Geografia: instrumentos de dominação e libertação. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri. A geografia na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1999.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido, Rio de Janeiro, Paz e Terra, 2005.

FERNANDES, M. Aulas de Geografia e algumas crônicas. Campina Grande: Bagagem, 2003. 109p. Coleção Linguagem e Ensino. (p. 63-66).

PEREIRA, Raquel Maria Fontes do Amaral. Da geografia que se ensina a gênese da geografia moderna. Florianópolis: UFSC, 1999.


Publicado por: Gessica Monteiro

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola