Topo
pesquisar

Educação ou Segurança, o que fazer com o celular?

Educação

O uso do celular nas escolas.

A primeira década do Século XXI transcorreu repleta de inovações tecnológicas e desavenças ocasionadas pelo uso indiscriminado de uma dessas criações. O que pode ser considerado a criação de todos os tempos, o celular, criado no século passado, tem propiciado um mal estar no ambiente escolar.

 

Um pequeno objeto de variadas formas e modelos tem ocasionado uma séria discussão entre pais e professores. Os primeiros apontam as necessidades de controlarem seus filhos no que tange à segurança fora do ambiente familiar, seus lares. Além disso, os responsáveis por esses alunos defendem a necessidade do uso dos aparelhos, em todo o momento, no caso de necessitarem de uma rápida localização dos seus filhos para se assegurarem do bem estar destes, tendo em vista a crescente onda de supostos sequestros relâmpagos envolvendo familiares.

Por outro lado, os professores afirmam que o uso de celular em sala de aula, além de promover a falta de atenção nos usuários, ocasiona, também, distração nos demais alunos quando estes tocam alto durante as aulas. Outro fato não menos importante é que muitas das vezes os alunos não estão apenas falando ao telefone, mas também utilizando o aparelho celular como jogo ou acessando páginas de comunidades na internet, como “facebook”, “Orkut” e outros. Entretanto, o que se deveria fazer em uma sala de aula, aprender, está ficando em segundo plano, o que ocasionará, em um futuro bem próximo, graves consequências no aprendizado desses alunos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

Portanto, não se trata apenas da proibição do uso dos celulares nas salas de aulas, mas sim o uso indiscriminado deles durante o aprendizado. O que poderia ser feito para amenizar este conflito é ensinar aos alunos a importância do uso consciente do aparelho e, principalmente, o respeito que se deve ter para com os professores e colegas durante o período escolar.


Publicado por: marcio mendes

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola