Whatsapp

Educação na era digital

Educação

Professores nas plataformas digitais, utilização de programas e ferramentas que proporcionem a interação individual e coletiva com os seus alunos.

Com a quarentena escolar proposta para impedir a proliferação do COVID-19 no Brasil, as escolas foram fechadas e os professores avessos a tecnologia, tiveram de migrar para o ensino remoto ou ensino a distância e para tanto acostumar-se a trabalhar com as mais diversas metodologias ativas propostas para a era digital. Segundo BATES (2016, p 55) a taxa de mudança tecnológica não mostra nenhum sinal de abrandamento, esta forma, o uso das tecnologias para o ensino aprendizagem é necessário nesta (nova) dinâmica de ensino aprendizagem.  Existe a necessidade de romper com as antigas instituições de ensino que em grande parte foram construídas para a era digital.

O professor neste novo cenário, irá se valer de diversas ferramentas dispostas na internet. Desde as ferramentas mais simples como o facebook, WhatsApp, Instagran, youtube e a criação de blogs, até a construção de plataformas próprias de aprendizagem onde citamos os mais simples: Google Classroom ou o moodle, entre outros.

O conhecimento necessário para a era digital (idem, p. 59) envolve dois componentes fortemente interligados: conteúdos e habilidades. Incluí fatos, ideias, princípios, provas e descrição de processos e procedimentos.

Professores devem buscar desenvolver para si e aos seus alunos competências necessárias a sociedade do conhecimento que envolvem: habilidades de comunicação, capacidade de aprender de forma independente, ética e responsabilidade, trabalho em equipe e flexibilidade, habilidades de pensamento, competências digitais, gestão do conhecimento.

Adotar a educação digital não significa necessariamente o fim das aulas presenciais, porém esta proporciona a diminuição de longas aulas expositivas para classes de alunos que muitas vezes estão acima da capacidade da sala de aula comum. Este tipo de ensino irá exigir uma carga maior de trabalho do corpo docente, muitos pensam que o ensino digital vai proporcionar um descanso aos professores, ao contrário, o seu afastamento irá causar prejuízo na qualidade do ensino, portanto mesmo a distância o professor da aprendizagem na era digital esta sempre mediando as competências de cada aluno ou de um grupo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Uma forma de trabalhar na era digital é aderir também a aprendizagem baseada em jogos digitais, onde nos dias atuais, plataformas digitais já oferecem jogos educativos para os diversos níveis de ensino conforme menciona PRENSKY, 2012 no seu livro que leva o título já mencionado.

Uma forma de  planejamento para o uso da tecnologia também passa pela aprendizagem baseada em projetos que para BENDER (2014, p 10), é um modelo de ensino que consiste em permitir que os alunos confrontem as questões e os problemas do mundo real que consideram significativos, determinando como aborda-los, e, então, agindo cooperativamente em busca de soluções.

O ensino remoto ou a distância não necessita e não deve ser individualizado, deve reunir todos os alunos em uma aprendizagem coletiva para que todos possam atingir as mesmas competências.

Desta forma, o professor nas plataformas digitais deve utilizar-se de programas e ferramentas que lhe proporcionem a interação individual e coletiva com os seus alunos.

Referências

BATES, A.w (Tony). Educar na era digital. Design, ensino e aprendizagem.  – São Paulo: Artesanato Educacional, 2016.

BENDER, Willian N. Aprendizagem baseada em projetos: educação diferenciada para o século XXI. – Porto Alegre: Penso, 2014.

PRENSKY, Marc. Aprendizagem baseada em jogos digitais. – São Paulo: Editora SENAC, 2012.


Adaildo Benedito dos Santos - Pedagogo, Assistente Social com Especialização em Educação a Distância e Educação em Direitos Humanos


Publicado por: Adaildo Benedito dos Santos

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.