Topo
pesquisar

Contextualizando e definindo cultura

Educação

Para definir cultura depende de alguns fatores, como : a visão sociológica, antropológica, filosófica além do sentido que se quer da à cultura.

Fala-se muito de cultura, mas nem todos sabem exatamente do que estão falando. Uma definição exata e definitiva seria muito difícil de obter, pois depende de alguns fatores, como: a visão sociológica, antropológica, filosófica, além do sentido que se quer da à cultura. É importante conhecer as definições de cultura, pois é através de nossa cultura que conhecemos nosso passado. Conhecer e entender esse passado dará a significação e a afirmação de nossa identidade cultural. A partir do entendimento de cultura teremos um caminho para conhecer e assimilar nossa história cultural.

 

Os conceitos sobre cultura são numerosos. e divergem em alguns pontos. Buscaremos algumas definições com uma finalidade meramente instrumental.

 

Para Coelho (1997, p.54) “Em su acepción más amplia, cultura nos remite a La idea de una forma que caracteriza al modo de vida de uma comunidad em su dimensión global, totalizante”. Em sua concepção Teixeira Coelho define cultura como tudo que faz parte totalmente da forma de vida de uma comunidade, estão inseridos nesse contexto: hábitos, costumes, valores, principios, manifestações e expressões culturais, dentre outros.

 

Arias (2002, p. 86) “La cultura es una forma de ser y hacer mediante la cual un pueblo construye los significantes, significaciones y sentidos de una forma de identidad propia, que lo distingue y diferencia de otros”. Para o autor, cultura é a construção social de significados que vão determinar o modo de vida das pessoas, identificando-os e distinguindo-os de outros.

 

Sonia Rodrigues (2008, p. 01), define cultura como “uma forma particular de ser, de estar, de viver e de sentir o mundo, onde está inserido uma somatória de costumes, tradições e valores”. Segundo a autora cultura é a forma própria de se viver o dia-a-dia revestido de uma identidade bem particular de costumes, tradições e valores

 

Para Barros (.2008, p. 20), “a cultura engloba os aspectos que definem a identidade de uma pessoa, dos grupos e das sociedades como valores, percepções, imagens, formas de expressão, comunicação”. O autor define cultura como algo ligado mais as interações e integrações sociais como os valores aprendidos, a forma como as pessoas de expressão e como elas se comunicam entre si.

 

Para Amélia Hanze, cultura é:

 

(... )”a vivência histórica de significados que um grupo conjuga e com o qual distingue seus componentes, as linguagens com as quais se manifestam os indicadores e as técnicas significativas, os valores, a fé e o gosto com os quais se coligam e a história que coletivamente constroem”.

 

A autora afirma que cultura é a construção histórica de significados, de técnicas, de valores e etc, construídos coletivamente.

 

Suzana Carmo (2005, p. 01) define cultura como: “o conjunto dos traços característicos do modo de vida de uma sociedade, de uma comunidade ou de um grupo, aí compreendidos os aspectos que se podem considerar como os mais cotidianos, os mais triviais ou os mais "inconfessáveis". Para Carmo cultura é algo bem particular de cada individuo dentro de uma sociedade, são aspectos que ocorrem diariamente e outros são bem internalizados.

 

Célio Turino (2006) a define como “uma composição de coisas, um pouco de entretenimento, de Belas Artes, de alta cultura, erudita, hermética, como também, a história, costumes, condutas, desejos, reflexões”. Para Turino cultura representa uma junção de coisas que vai desde uma visão clássica da cultura até uma mais popular como os desejos e a forma de se comportar.

 

Cool (2002) apud Silva concebe a cultura como:

 

“O conjunto de crenças, mitos, conhecimentos, instituições e práticas por meio dos quais uma sociedade afirma sua presença no mundo e garante sua reprodução e permanência no tempo. Ou seja, é um modo de vida que abrange toda a realidade existencial das pessoas e comunidades de uma sociedade, e não apenas as artes, o folclore e as crenças”

 

Para o autor, cultura é tudo que faz parte da existência da pessoa e asseguram sua existência e permanência na sociedade.

 

Como podemos notar há uma infinidade de definições da palavra cultura, onde os autores discordância em alguns pontos.

 

Para fechar a conceituação sobre cultura é relevante e interessante inserir uma citação de Teixeira Coelho (1997) sobre Memória Cultural. “No hay um tiempo presente que no se integre o no se relacione com um tiempo pasado, y viceversa....”La memoria no es uma faculdad pasiva sino um principio de organización – y de organización del todo, frecuentemente a partir de um pequeno fragmento de lo vivido...” Segundo o autor, em geral, tudo o que acontece nos tempos atuais tem uma relação com fatos do passado. Os fatos não surgem do nada, há um começo para tudo. Em se tratando de cultura, acontece o mesmo. A história da cultura de um povo tem toda uma trajetória em sua construção e o inicio dessa edificação, assim como, todo o seu percurso até o presente deve estar vivo na memória do povo

 

Para uma melhor assimilação sobre cultura algumas considerações básicas se fazem necessário.

 

Pode-se notar que cultura é uma palavra multidiscursiva, podendo ser usada em várias falas diferentes. O uso da palavra depende do contexto discursivo. É impossível encontrar uma definição válida que sirva para todas as ocasiões. Em alguns usos da palavra ela aparece de forma clara como: cultura jovem, cultura da classe trabalhadora, cultura intelectual, cultura bacteriana, agricultura etc. Cultura, no sentido de cultivar a terra, semear, etc. Cultura, no sentido de quem tem conhecimento, que é culto. Ela é usada em vários sentidos, e o sentido que se usa em um contexto pode não servir a outro.

 

Há dois sentidos da palavra cultura que podem ser destacados: o sentido popular, o antropológico e o sociológico. Num sentido popular a palavra cultura é utilizada para designar pessoas que possuem conhecimento, intelectualmente desenvolvidas. No sentido antropológico e sociológico a palavra cultura é utilizada para designar o comportamento social de um grupo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A cultura são padrões estabelecidos dentro de uma sociedade. Desde a tenra idade a criança já sofre influência do lugar onde nasce, através do contato com a família, com a comunidade, com a escola etc e, vai assumindo e integrando, à medida que vai crescendo, os hábitos e costumes de sua região ao seu modo de ser, de estar e de viver. Passa a agir de acordo com o que é normal e constante no local em que vive, passando a agir e atuar conforme os padrões que foram estabelecidos dentro daquela sociedade, ou seja, de acordo com a cultura daquela sociedade. (Enciclopédia Barsa, 1972)

 

A cultura é um produto humano, somente o homem tem a capacidade de criá-la, produzi-la e transmiti-la. Os elementos que compõem a cultura são interdependentes, mas se inter-relacionam de forma harmoniosa na sociedade. São elementos como: as idéias, os hábitos, as técnicas, os costumes etc.

 

A cultura é recebida como herança ao nascer e também é adquirida na integração e interação com pessoas de outras regiões. A partir do momento que o homem passa a ampliar seus horizontes, tendo contato com a cultura de outras regiões, com hábitos e costumes diferentes do seu, ele passa a adquirir e incorporar ao seu modo de vida alguns desses hábitos, costumes, ou modo de agir. Assim como, pode também transmitir um pouco de sua cultura à cultura dessa outra região. É uma troca mútua de valores culturais, que é chamada de transculturação. (Enciclopédia Barsa,1972)

 

Podemos considerar então, que a cultura não é estática dentro do grupo, ela é dinâmica. De forma contínua, ela se desenvolve se aperfeiçoa, se modifica. É a própria sociedade que faz com que a cultura seja dinâmica, através de novas criações e do que é adquirido de outros grupos sociais.

 

Pode-se destacar alguns aspectos em relação à cultura: a cultura se aprende, através dos meios de transmissão, onde podemos constatar a aprendizagem da cultura, ou seja, na família, na escola, com os professores, na igreja e outros; a cultura deriva de componentes da existência humana, ou seja, são elementos que colaboram para formar a cultura dentro de uma sociedade, são diversos os elementos como por exemplo: os ambientais, os psicológicos, sociológicos, históricos, etc; a cultura é estruturada, pois é composta de diversos valores que são estruturados dando-lhe estabilidade frente a possíveis mudanças; a cultura é formada de elementos que dão forma a cultura caracterizando-a, por exemplo: a organização social, a língua usada, as idéias religiosas, o sistema de ensino etc; a cultura é dinâmica pois vive em constante aperfeiçoamento, modificação etc; a cultura é variável porque os elementos da cultura não são iguais em todas as sociedades; a cultura é cumulativa pois contém elementos vindos dos antepassados e elementos novos que se incorporam a esses; a cultura é contínua vive se modificando mas não quebra a sua permanência na sociedade de origem; a cultura é um instrumento de adequação do homem ao ambiente, ou seja, o homem se integra ao meio em que vive através dos valores culturais. (Enciclopédia Barsa, 1972)

 

A cultura é importante na vida do ser humano, ela vem para formar a identidade pessoal e social do individuo. O homem fazendo parte de uma comunidade, sabendo o seu lugar, o seu espaço, as suas origens, estando integrado e interagindo em seu ambiente, sente-se inserido e fazendo parte da sociedade. A cultura de uma sociedade para que ela se perpetue, não adianta apenas ter lembrança dos fatos históricos, mas ela deve ser mantida viva, constante. A identidade cultural dos individuos depende de se manter vivo o patrimônio cultural e social.

 

A cultura é reconhecida como elemento significativo e importante para a construção da identidade do jovem. Por meio de experiências de integração e interação o jovem compartilha seus valores, projetos, crenças, idéias etc.

 

Como foi dito anteriormente a definição da palavra cultura depende da significação que se dá a ela. No sentido que se deseja enfatizar aqui, cultura são as características que determinam e distinguem os hábitos e costumes de um povo, de uma região, de uma comunidade, e que são passados de uma geração a outra para que não se perca. Hábitos e costumes no que se refere a: culinária, como as comidas típicas da região, assim como as frutas; as músicas e danças, os cultos religiosos; o linguajar; as lendas e mitos; as formas de subsistência da comunidade; e a própria história da região.

 

Há muito que se ler e refletir sobre as diversas formas de se conceituar cultura, o importante é que seja um assunto discutido, refletido e que esteja sempre presente nos debates educacionais.

 

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS.

 

ARIAS, P. G. (2002). La cultura. Estrategias Conceptuales para comprender a identidad, la diversidad, la alteridad y la diferencia. Escuela de Antropologia Aplicada UPS-Quito. Ediciones Abya-yala.


COELHO. T. (1997). Dicionário crítico de política cultural: cultura e imaginário. São Paulo Iluminuras.

 

CARMO, S. J. O. (2005). A cultura e o Estado Democrático de Direito. http://www.direitonet.com.br/artigos/x/21/92/2192/

 

Enciclopédia BARSA. Volume 5.Enciclopédia Britânica editores Ltda. Rio de Janeiro, São Paulo.


HAMZE, A /professora da FEB/CETEC/FISO. http://www.educador.brasilescola.uol.com.br/trabalho-docente/cultura-educacao.htm

 

TURINO, C. Uma gestão cultural transformadora. Proposta para uma Política Pública de Cultura

________________________________
Susie Barreto da Silva. Licenciatura Plena em Educação Artística - Habilitação em música (UEPa) - Especialização em Educação Musical (CBM), Mestrado em Educação (UCA). Doutorado em ciências da educação (UAA) (em andamento). Professora efetiva da Secretaria de Educação do Estado do Pará (SEDUC).

susiebarreto@hotmail.com  susalisboa@yahoo.com

http://lattes.cnpq.br/8363559126278470

 

Rosicléia Lopes Rodrigues Mendes. Licenciatura Plena em Educação Artística – Habilitação em Música (UEPa)- Especialização em Informática na Educação (PUC-MG). Mestrado em Educação (UCA). Doutorado em ciências da educação (UAA) (em andamento). Professora efetiva da Secretaria de Educação do Estado do Pará (SEDUC).

rcleiamendes@yahoo.com.br


Publicado por: SUSIE BARRETO DA SILVA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola