Topo
pesquisar

A tecnologia sobre rodas- Veículos Elétricos e seus benefícios

Brasil

Os carros elétricos tem sido a principal aposta mundial da indústria para oferecer para seus consumidores maior economia de energia e menor poluição.

1.Introdução aos veículos elétricos

Nos dias de hoje aonde a tecnologia cada vez mais vem crescendo e tomando o seu espaço no mundo, é inevitável não se lembrar dos veículos elétricos. Os carros elétricos tem sido a principal aposta mundial da indústria para oferecer para seus consumidores maior economia de energia e menor poluição. Muitos países estão aderindo pelo fato de ser sustentável, pois irá contribuir para um planeta mais limpo, com zero emissão e assim, será a solução contra a poluição nos grandes centros urbanos. Outra vantagem, e o seu baixo custo, pois não utiliza gasolina, diesel ou gás, mas sim a eletricidade.

Imagine você abastecer o carro do mesmo jeito que você carrega o celular ligando na tomada, não é um sonho, isso mesmo, já existe em vários países, inclusive no Brasil, transformando a paisagem dos grandes centros em um lugar mais silencioso e sem poluição sonora e poluição do ar. A perspectiva é que daqui um tempo tudo mude de um alvoroço na cidade para mais silêncio e menos poluição nas rodovias.

A grande preocupação referente à entrada de carros no mercado mundial está relacionada à falta de infraestrutura nos impactos gerados pelo sistema de energia, podendo ocasionar sobrecargas tornando necessários investimentos em um centro de distribuição. Temos a energia fotovoltaica, que reage com a luz do sol e produz a energia elétrica (fotovoltaica), e, assim, o inversor converte a energia solar para a sua casa gerando a sua própria energia solar limpa e renovável, pois além de valorizar o ambiente vai acabar com a conta de luz.

2.Quais as dificuldades dos carros elétricos no Brasil?

A cada dia que se passa, a propagação de notícias sobre lançamento de carros elétricos no mundo tem aumentado. Empresas tem investido pesado, pois se trata de energia limpa, sem contar também que não faz barulho.

No Brasil seria ótimo se as empresas colocassem mais disposição e ênfase em produzir os carros elétricos por completo, pois conservaria o nosso ar mais puro dentre outras coisas, mas, infelizmente, a realidade é totalmente diferente, pois existem muitos desafios de importação e de comercialização.

Infelizmente a parcela de carros elétricos no Brasil é muito insignificante no mercado, pois ainda é muito caro importar um carro elétrico ou transformar um veículo normal em elétrico. Mas acreditamos que não demore muito para desenvolvermos, pois já estamos com vários incentivos para a instalação de painéis fotovoltaicos. Mas em contrapartida, se para os painéis fotovoltaicos temos incentivo, para produzir os automóveis, estamos enfrentando uma série de dificuldades, os insumos para a produção ainda são muito caros, o banco de bateria, sabendo-se que 30% do valor do carro elétrico estão no banco de bateria e só importando, infraestrutura, ou seja, uma rede de posto de recarga, aos poucos as empresas brasileiras estão instalando (temos em média de 50 a 100 postos de recarga no Brasil, dentre esses, 10 estão em Campinas, interior de SP, já que lá tem uma empresa só de veículos elétricos instalados), lembrando que hoje também dá para se recarregar na própria residência do usuário e assim tem que haver uma regulação desse tipo de atividade.

O valor ainda continua muito alto. Por exemplo, o sedan luxo, sedan híbrido e o compacto híbrido, têm hoje no Brasil, ele funciona com gasolina e eletricidade custa R$164 mil, já o sedan normal custa em média R$50.000,00.

Temos também o fato de que se todos passarem a usar veículos movidos a energia sobrecarregará o sistema energético do país, mas para que isso não aconteça terão que ser investido novas fontes de energia. O Brasil tem que correr para popularizar veículos movidos à eletricidade.

3. Funcionamento do carro elétrico

A energia para o motor vem do hidrogênio gasoso, guardada em um tanque parecido com os de gás natural veicular. O que diferencia é que o tanque é feito de fibra de carbono, que é mais leve e suporta mais pressão. Como o hidrogênio é pouco denso, é necessário colocar muita pressão para fazer incumbir muito gás em pouco espaço. A célula combustível é o que converte o hidrogênio em energia. Para gerar eletricidade baseado da reação química do gás hidrogênio com o oxigênio do ar. O único subproduto da reação é água: As moléculas de hidrogênio se separam em íons de hidrogênio e elétrons livres. Os prótons de hidrogênio atravessam uma membrana úmida, onde se encontram com moléculas de O2 que foram quebradas em íons para formar água. A membrana não deixa os elétrons passar e os faz pegar outro caminho: é aí que se forma a corrente elétrica.

O que inspeciona o princípio da energia é o sistema eletrônico. Ele determina quando a eletricidade do motor deve vir das baterias, dos capacitores ou da célula combustível. Ao invés da energia dada pela combustão de combustível, ele consome a eletricidade vinda do hidrogênio. O peso chega ao máximo a 100 kg e tem uma potência que vai de 60 a 120 cavalos. A eletricidade gerada na célula vai direto para o motor ou abastece duas reservas de energia do carro: baterias e ultra capacitores.

4. Diferença entre híbrido e híbrido plug-in

Hibrido: O carro híbrido tem dois motores um a combustão e o outro elétrico, porem o motor elétrico do carro hibrido não é recarregável na tomada como os outros o motor elétrico é recarregado com a regeneração de energia através da inércia ou da travagem, trabalhando no sentido para reduzir o consumo médio. . Os motores podem funcionar de forma independente ou associada.  Geralmente o motor elétrico trabalha como um motor de apoio para o propulsor à combustão, tendo baterias com autonomia reduzida. Quando o hibrido utiliza-se da energia gerada para apoiar o motor à combustão ele reduz o consumo e emissões, principalmente do nível do arranque e durante os momentos de pausa do motor, a desaceleração e travagem regeneram carga das pequenas baterias.

Hibrido plug-in: Os híbridos plug-ins são os híbridos que possuem cabo para recarregar na tomada, tendo assim a possibilidade de recarregar suas baterias na corrente. O hibrido plug-in assim como o hibrido conta com um motor à combustão e outro elétrico diferente do elétrico que só possui o motor elétrico, possui baterias com maior capacidade do que os híbridos.

5. Vantagens e desvantagens carro elétrico

5.1 Vantagens

Zero emissões: O carro elétrico não precisa de combustíveis fosseis para funcionar ele converte eletricidade em energia para se locomover. O veículo elétrico é a solução zero emissões de poluentes, pois por utilizar energia ele não emite poluentes, um dos maiores problemas dos nossos dias.

Sem poluição sonora e condução silenciosa: Os veículos elétricos oferecem uma condução mais silenciosa e suave, por ser um veículo elétrico e não contar com um motor a combustão evitando assim à poluição sonora que vem dos ruídos do motor a combustão e pela ausência do sistema de escape uma das principais fontes de ruídos em automóveis.

Custo de utilização: O custo da energia consumida por veículos elétricos corresponde a um terço do valor do custo do combustível utilizado por veículos com motores a combustão para a mesma distância percorrida.

Menor custo de manutenção: Os custos de manutenção são mais baixos, pois não há necessidade de manutenção frequente do motor com as trocas de óleo. 

Travagem regenerativa: A travagem do veículo é convertida e usada para recarregar as baterias.

Incentivos fiscais e menos impostos: Os carros elétricos têm menos impostos com a isenção de ISV e de IUC e também contam com incentivos fiscais com a isenção fiscal em sede de IRC. Geralmente o governo oferece incentivo, porém as concessionárias têm seu próprio incentivo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

5.2 Desvantagens

Custo de aquisição: Quando comparados a carros de motor a combustão de modelos semelhantes o veículo elétrico possui custo de aquisição mais elevado por ser produzido em pequenas series.

Baixa autonomia: O veículo elétrico tem autonomia bastante limitada quando se trata de armazenar energia no seu tanque de combustível, a duração da carga é bastante baixa.

Tempo de carga: Em postos de cargas as baterias chegam a ser carregadas totalmente de 15 a 20 minutos, porém quando carregadas em casa em uma tomada normal de 220 volts pode demorar de 6 a 8 horas.

Poucos postos de recarga: Hoje ainda é extremamente difícil encontrar postos de recarga no brasil.

6. Veículos já conhecidos no mercado

Não sabemos exatamente até quando durará o tão valioso combustível fóssil, porém temos alternativas que estão crescendo de vagar no mercado. Esse mecanismo já é estudado a anos desde 1828, seu pioneiro se chamava Ányos Jedlik, são eles os veículos elétricos. Segue abaixo modelos existentes no mercado, falaremos dos veículos de energia elétrica e hibrida com seu funcionamento e vantagens.

6.1 Carro

Já existem muitos modelos de carros elétricos no mundo seu funcionamento com baterias para ter uma armazenagem de energia e até mesmo seu combustível é a base de hidrogênio. Esses veículos contam com a vantajosa colaboração com o meio ambiente em não poluir o ambiente, um carro com ruídos (barulhos) quase não perceptíveis, sua performance é semelhante ao carro de combustível fóssil, sua energia é reabastecida em eletropostos e em seu próprio mecanismo. O carro auto carrega no percurso quando não está em aceleração. É o que faz durar sua recarga mais tempo. O carro elétrico pode percorrer até 10 vezes mais que o carro convencional a gasolina. Fabricantes de carros elétricos que procuram fazer veículos ainda melhores são elas a BMW, a Nissan, a Chevrolet e a Honda.  

6.2 Bicicleta

Algumas empresas de entregas foram bem sadias em usar esse veículo para cumprir suas metas de entrega, por alguns dias o Brasil estevem o abastecimento dos postos de combustível por parte da greve dos caminhoneiros, de contra partida esse veículo foi a salvação para farmácias e empresas de fast food. Bicicletas elétricas por um curto período foi substituta das motos por um curto período de tempo. Mas com essa pequena amostra de economia e vantagens algumas das empresas já adotaram esse veículo.

A bicicleta é mais simples possui dois modos de locomoção, somente acelerando ou do modo assistido, seu condutor pode optar tanto para pedalar e usar o motor elétrico. Ou ao mesmo tempo pedalar e ganhar alguns metros impulsionado pela bicicleta além do normal. Sua bateria pode ser recarregada na tomada de casa. Sua vantagem é o contato com o ar livre, permite o ciclista fazer seu esporte e manter atividade física e em um percurso onde a disposição não está boa ou deseja não se cansar ele utiliza a bicicleta elétrica para sua devida finalidade.

6.3 Trem

Os trens elétricos são conhecidos já no país brasileiro, ao contrario dos demais veículos como carros, caminhão e ônibus o trem não é novidade. O trem elétrico trouxe muitas melhorias em relação a transportes públicas e junto a ele a melhoria bem conhecido metro. Onde sua maioria de mecanismo é maquina travas e sistemas automáticos. Antes os trens eram movidos a vapor, e tinha muitos riscos inclusive de explosões. Aderindo a esse mecanismo ganhamos mais rapidez. Seu funcionamento é de duas maneiras, sua locomoção é alimentada pelo fio elétrico ou pelo diesel-elétrico.

6.4 Caminhão

O camião elétrico está começando virar realidade, um bom exemplo a se discutir e a, mas nova criação da empresa Tesla, o camião Simi. Criado com melhorias que promete ter menos manutenção do que a combustão. Simi já fez sua primeira entrega do estado de Nevada até a fabrica Tesla Fremont na Califórnia. O sistema desse caminhão já permite o abastecimento pela luz solar dando ao veículo mais tempo de percusso.

6.5 Ônibus

Os ônibus elétricos estão em faze de teste no país, em São Paulo está em uso os ônibus do BYD a fabricante chinesa. Existem mais duas outras empresas que trabalham com esses ônibus, a Volvo alemã e a brasileira Eletra. Com duas horas de abastecimentos o veiculo pode percorrer praticamente um dia de transporte público aproximadamente 300 a 250 km. Mas com tantas vantagens para um volume maior desses veículos em circulação será preciso incentivos fiscais para que seja mais acessível à compra desses transportes ecológicos.

7. Conclusão

Sabendo dessa necessidade de preservar e cuidar do meio ambiente, governos apoiam esses transportes nobres e modernos para uma economia no bolso do usuário em caráter de uso diário e para saúde do mesmo. Embora esses carros sejam caros existem países que atuam com incentivos fiscais para que seu custo seja suprido pelas vantagens que o governo possa oferecer, aqui no brasil ainda é discutido sobre esse transportes crescente. Porém ainda não teve nenhuma grande vantagem para que se tornasse crescente no mercado automotivo. Vimos vários exemplos de transportes já criados e suas vantagens. Existe resistência, pois ainda não são lucrativos esses transportes em circulação. Em alguns países como a China, Estados Unidos, Noruega e Japão tem sua demanda crescente, pois sabem dessa importância e não deixando a desejar sua classificação de países do primeiro mundo. O brasil tem potencial para fabricação de seu próprio veículos elétrico e híbridos, só falta o investimento e o bom entendimento desse projeto antigo que deveria está em alta em todo mundo por motivos sustentáveis e de saúde humana.  

8. Referências

Top Sounds, realidade de quem possui Carro elétrico no Brasil - Auto esporte 10 de dezembro 2017. Disponível em: 08 de Junho de 2018.

Renan Hamann. Mobilidade urbana/smart cities 31 de julho 2014. Disponível em: ;08 de Junho de 2018.

Raphael Marchiori. Gazeta do povo. Futuro das cidades. 20 de maio 2016. Disponível em:  08 de Junho de 2018.

Paulo Higa. Este é o caminhão elétrico da Tesla. Tecnoblog, 22 de abril 2018. Disponível em: < https://tecnoblog.net/228280/tesla-semi-caminhao-eletrico/ >. Acesso em: 25 de maio 2018.

Tarso Araújo. Como funciona o carro elétrico, mundo estranho. 18 de abril 2011.Disonível em: < https://mundoestranho.abril.com.br/tecnologia/como-funciona-o-carro-eletrico/>. Acesso em: 29 de maio 2018.

Vantagens e desvantagens do carro elétrico vs gasolina, Portal energia .04 de janeiro 2015. Disponível em: . Acesso em: 07 de junho 2018.

Pedro Benjamim Guimarães. Vantagens e desvantagens do carro elétrico. Ekonomista, 17 de julho 2015. Disponível em: Acesso em: 07 junho 2018

João Paulo Moura. Carros elétricos: Vantagens e desvantagens. Economias, 24 de fevereiro 2017. Disponível em: Acesso em: 07 de junho 2017

Assim que faz. Vantagens e desvantagens do carro elétrico. Assim que faz, 07 nov. 2017. Disponível em: Acesso em: 07 de junho 2017

Boris Feldman, Qual a diferença entre híbrido, plug-in e elétrico. Autopapo. 15 dez. 2017. Disponível em: Acesso em: 29 mai. 2018.

Paulo Higa. Este é o caminhão elétrico da Tesla. Tecnoblog, 22 de abril 2018. Disponível em: < https://tecnoblog.net/228280/tesla-semi-caminhao-eletrico/ >. Acesso em: 25 de maio 2018.

Por Rafael Souza Silva. (Supervisor de vendas, Cursando 2° período do CST em Logística),

Andreza Cristina da Silva (Cursando o 2º período do CST em Logística),

Isabelle de Souza de Oliveira (Cursando 2º período do CST em Logística) e

Jéssica Dias da Silva (Cursando 2º período do CST em Logística)


Publicado por: Rafael Souza Silva

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola