Whatsapp

Tecnologias Automotivas

Atualidades

Segurança e qualidade de vida de forma geral podem ser incrementadas com o uso de automotivos, como as tecnologias embarcadas podem estar presentes em seu dia-a-dia e a importância da mesma para tornar o mercado mais atrativo e apto às diversas necessidades.

Resumo

Este documento apresenta o uso de algumas tecnologias automotivas, e algumas de suas aplicações. Aborda vários temas envolvendo o uso desta tecnologia em prol de melhoras significativas nos quesitos segurança e conforto promovendo assim a boa experiência, gestão do tempo e interatividade entre os veículos e/ou acessórios e o usuário/piloto. Para tanto foram consultados artigos e sites para estabelecer uma base de dados, sendo que após a realização da pesquisa científica as partes estabeleceram uma visão crítica sobre o tema, abordando assuntos atuais sobre a tecnologia automotiva e seu crescente avanço, apresentando conceitos, aplicações e suas características positivas e negativas, não somente para o mercado, mas também para o condutor/consumidor comum.

Palavras-Chave: Carros. Acessórios. Tecnologia. Segurança.

Introdução

O mercado e a tecnologia automotiva evoluem continuamente, desde carros elétricos, até pequenos itens de série, aplicando a tão falada internet das coisas e a conectividade móvel. Para tanto o seguinte tema a ser tratado é tecnologias automotivas. Tem-se como problema de pesquisa os avanços e impactos de tais tecnologias. Com o objetivo de explanar sobre novas tecnologias no mundo automotivo, o que se esperar e o que já está sendo desenvolvido, buscando explanar vantagens,benefícios, malefícios e inovações relacionadas ao assunto. Esse trabalho tem como importância demonstrar como a segurança e qualidade de vida de forma geral podem ser incrementadas com o uso de automotivos. Tem o intuito de mostrar para o leitor como as tecnologias embarcadas podem estar presentes em seu dia-a-dia e a importância da mesma para tornar o mercado mais atrativo e apto às diversas necessidades.

Tecnologia Automotiva

A tecnologia automotiva é um conjunto de processos que são de suma importância para o crescimento do setor automobilístico. Isso abrange instrumentos que são necessários para o desenvolvimento dos mesmos. Consistindo na implementação de ferramentas, instrumentos e processos nos veículos com intuito de deixar o contato com o usuário mais simples e conectado com suas necessidades. Dentre tais tecnologias pode se citar conectividade avançada nos veículos, conceitos de mobilidade compartilhada e carros autônomos ou semi autônomos que já são de fato tecnologias presentes em muitos meios relacionados a transporte e veículos.

Conceito

Conjunto de técnicas aplicadas aos automóveis, através dessas ferramentas engloba instrumentos que são de suma importância para o desenvolvimento e para a comodidade dos motoristas.

Visão de futuro

Muito era imaginado para este século, mas pouco era de se esperar que em tão pouco tempo evoluiriamos tanto assim, muitas das transformações,inovações e projetos, pensados , planejados e mesmo arquitetados para apenas daqui a cinco , dez ou mesmo quinze anos no futuro já estão se tornando realidade nos dias atuais, a palavra aqui é experiência, mas não somente a experiência de andar em um carro, mas a de andar em um carro sem interferência humana para executar ações, muito além de sensores estão envolvidos em tais tecnologias, aqui fala-se sobre I.A. e Deep Learning e carros que se adaptam não somente a pedestres passando na faixa ou ao sinal vermelho, mas a terrenos de diferentes tipos, traçam rotas independentes e que com precisos cálculos mostram rotas alternativas, para se chegar a X lugar em Y tempo,muitas dessas tecnologias já estão sendo testadas, mas muito ainda se espera do mundo da tecnologia automotiva, tecnologias 5G, conectividade e adaptação, e isso não limitasse apenas a carros, mas se integra a motos, caminhões, ônibus e de acordo com Garrett 2019 até mesmo táxi-drones, como se segue.

O futuro do presente

A indústria automotiva é conhecida por impulsionar a inovação, já que faz parte da vida de várias pessoas. Com os veículos atuais representando o que há de mais moderno em termos de tecnologia nas mãos dos consumidores. Carros conectados, autônomos e que não poluem o meio ambiente, essas são algumas características de carros que já circulam em partes do mundo. Mas esses não são os únicos aspectos quando tratamos de tecnologias automotivas, dispositivos, aparelhos e acessórios também podem ser citados, para Gabriel 2018, a realidade aumentada já é utilizada no ambiente automotivo disponibilizando uma transmissão/representação de comandos a serem seguidos para uma pilotagem mais segura e inteligente, como é o projeto Navion da WayRay, que consiste na criação de um holograma em uma pequena tela frente ao volante indicando alguns comandos e indicações da via.

A biometria usada em smartphones e outras máquinas já estão se expandindo e sendo usadas em carros essa ferramenta de segurança atua na liberação do automóvel para a sua condução. Com essa possibilidade outros meios de segurança como o reconhecimento facial vem se estabelecendo no âmbito automotivo atuando na percepção do condutor observando suas reações durante o percurso podendo alertar o usuário com sinais sonoros no caso do motorista dormir assim evitando possíveis acidentes. Essas e outras tecnologias pareciam ainda estar distantes no futuro, mas nas mais recentes feiras,convenções e projetos já podemos ter um gostinho de como serão alguns dos carros e algumas das tecnologias presentes nos meios automotivos.

Crescimentos Exponenciais

Desde a criação do primeiro automóvel que já foi algo considerado uma evolução tecnológica para a época, com o passar dos anos a população foi vivenciando experiências ruins com os carros principalmene no quesito segurança no qual aconteceram diversos acidentes levando a um crescente índice de mortalidade.A segurança do automóvel foi um ponto onde houve um crescimento bastante significativo, com o avanço do carro autônomo que veio para suprir erros humanos já que a maioria dos acidente são causados por falhas humanas, essa ferramenta trouxe aparatos para assegurar o motorista de acidentes como novos sistemas de frenagem e “bolsa de ar” conhecido como airbags atuando em uma futura colisão.

Como um quesito importante para os automoveis foi melhorado, outras tecnologias vieram e se “encaixaram” com o veículo, como a conectividade móvel que com a grande frota de automóveis a chamada Big data adentrou nesse ramo. A Big Data uma ferramenta baseada no armazenamento de grandes quantidades de dados são um ponto no futuro do setor automotivo atualmente já são comercializados veículos com recursos tecnológicos chamados de carros conectados. Esses automóveis se diferenciam dos demais por já virem de fábrica com acesso à Internet e por serem equipados com sensores que permitem a percepção do espaço físico ao redor, além de poderem trocar informações com outros veículos ou computadores.Toda essa tecnologia gera grande quantidade  gigabytes de dados por carro. Por isso a necessidade de investimento em Big Data e profissionais com domínio da ciência e análise de dados. Esses dados bem minerados através de datamart, se transformarão em oportunidades para a empresa, que poderão desenvolver novas campanhas e até mesmo novos produtos.

Segundo Hofmann (2018) “Hoje, vale a pena recolher esses dados, mas no futuro será preciso uma gerência, um consenso entre as informações que o motorista quer fornecer ou o que ele não quer fornecer”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Implementação

Para Ilza 2008, o automóvel em si já se tornou algo surpreendente diante do âmbito social atraindo vários olhares para aquela inovação. Na sua criação a tecnologia usada era bastante avançada para o ano de 1885, sendo que o veículo utilizava o motor com gasolina e possui 3 rodas, a partir desse ano algumas pessoas começaram a modificarem essa ideia de benz, alterando sua forma de funcionamento e inserindo novas tecnologias do ano em questão. Uma das primeiras tecnologias usadas para ajudar as pessoas no controle dos carros foi em 1970 com a  implementação do sensor de estacionamento um equipamento de segurança que indica a distância de determinado objeto evitando assim colisões acidentais.Os veículos inteligentes iniciaram suas atividades juntamente com a chegada da “internet das coisas” na qual utiliza de conexão com a internet para distribuir dados na rede de veículos através da nuvem. Essa tecnologia ajudou aos condutores em vários segmentos como condições do estado do tráfego no caminho percorrido pelo veículo e localização do objeto através de seu próprio smartphone  acessando tambem informações sobre as condições atuais do veículo e futuras manutenções.

Vantagens

Três pontos são essenciais na hora de se pensar sobre tecnologias automotivas, conforto, segurança e economia, trazendo para um contexto mais atual de cidades grandes, pilotos e condutores enfrentam todos os dias horas e mais horas de trânsito , paradas bruscas, semáforos e pedestres, carros autônomos ou semi-autônomos, melhoraram aspectos relacionados ao tempo, ansiedade e discussões no trânsito, levando em conta que na maioria dos casos tais problemas poderiam ser evitados através da “conversação” entre sensores presentes nos veículos e até mesmo na própria via, para indicar a frenagem de forma adequada ao fechamento do sinal, proximidade de área escolar com pedestres e outros meios de segurança a serem tomadas de forma automática, sem contar é claro na experiência de não precisar “ficar atento” ao diversos sinais da via, um carro solicitando ultrapassagem, dificuldade de visibilidade em dias chuvosos ou de muito sol, e claro, o desconforto de ficar horas , trocando marchas, puxando alavancas ou apertados botões, já na questão de economia, podemos tratar também da sustentabilidade tendo em vista que na maioria, senão, todos os carros autônomos apresentam seu sistema de alimentação através de eletricidade, o que reduziria custos quanto ao combustível, manutenções relacionadas ao desgaste do motor em detrimento do uso de combustíveis fósseis, e claro um sistema de auto-alerta que daria informações ao usuário/proprietário de forma mais ampla quanto ao funcionamento do veículo, tudo isso resultaria numa melhor experiência para quem está no banco, pois este apenas desfrutaria de uma viagem sem estresses e preocupações com o exterior, estando em um “ambiente” totalmente controlado e preparado para possíveis ocasiões.

Desvantagens

De acordo com Sousa,Chin e Simões, 2013 a tecnologia automotiva sendo uma tecnologia ainda recente em vista o tempo de criação do primeiro automóvel, ainda enfrenta empecilhos no seu âmbito de implantação, principalmente quando tratamos da implementação de novos modelos de carros e técnicas de locomoção nas rodovias brasileiras, muitas tratativas devem ser levadas em consideração , o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), por exemplo, teria de ser reformulado em questão de tratativas para leis aplicáveis, o estruturamento das vias brasileiras e suas precariedades podem também ser consideradas um fator ruim para a implantação de tais tecnologias, vias “fantasmas”, ou não mapeadas podem ser um problema para carros que prestam serviços de transporte, a uber por exemplo, a tratativa de carros de preferência (bombeiros, polícia, ambulâncias), que devem ser identificadas pelos demais para dar as preferências, as decisões que a I.A. tomaria em caso de um acidente e/ou colisão inevitável,essas são algumas das desvantagens e/ou dificuldades encontradas no meio brasileiro que pesariam bastante na hora da implantação de tais tecnologias, não somente na questão da implantação em si, mas no custo para o “consumidor” final. Para Micali 2015,  também não podemos esquecer, que quanto mais modernos, e mais conectados com o usuário, mais dados e informações os carros teriam sobre seu proprietário, rotas que costuma tomar, padrão de horários e etc, na prerrogativa de uma entidade de importância, a conectividade pode ser considerado um fator de risco, tendo em vista de que um hacker poderia acessar os dados e até mesmo tomar controle sob o veículo e sua condução de forma remota, trazendo um fator de risco para quem está sendo conduzido, ou até mesmo para quem está na via.

Considerações Finais

Tendo em vista tudo que foi apresentado consideramos tecnologias automotivas como algo que veio para nos auxiliar no dia a dia desde que tenhamos a mesmo experiência , se não, melhor ao entrarmos em um veículo, ou fazermos uma viagem, ou seja, não seja de fato um aspecto mandatório para nós, mas sim uma forma de auxílio no dia a dia, que tenhamos mesmo com a implementação da autonomia veicular a opção de uma condução auxiliada, onde o piloto ainda teria a experiência de ter o veículo sob controle e ainda assim ter o auxílio do controle para realização de manobras ou tarefas, seja para estacionar, frear de forma adequada, observar diversos ângulos da via, e ter sugestões de rotas, e claro a conectividade   com os diversos aparelhos que nos circulam, e que com a autonomia total do veículo, este seja um ambiente que nos mantenha seguros, confortáveis, atentos e os forneça uma boa experiência ao ser conduzido em quaisquer percursos e trajetos que enfrentamos diariamente. Proporcionando a experiência, garantido chegada ao destino, e conforto no trajeto.

Referências

GARRETT, Filipe. Ooredoo apresenta primeiro táxi voador com 5G. 2019. Disponível em:https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/02/ooredoo-apresenta-primeiro-taxi-voador-com-5g.ghtml. Acesso em: 14 maio 2019.

HOFMANN, Martin. Big data e inteligência artificial no setor automobilístico é um caminho sem volta. 2018. Disponível em: https://epocanegocios.globo.com/Web-Summit/noticia/2018/11/big-data-e-inteligencia-artificial-no-setor-automobilistico-sao-caminho-sem-volta.html. Acesso em: 15 maio 2019.

MICALI, Bruno. Brecha em carro conectado permite que hackers acessem veículos remotamente. 2015. Disponível em: https://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/83529-brecha-carro-conectado-permite-hackers-acessem-veiculos-remotamente.htm. Acesso em: 03 junho 2019.

NAPOL, Igor. Carros e tecnologia: de onde viemos e para onde iremos?.2016.Disponível em: https://www.tecmundo.com.br/carro/102390-carros-tecnologia-onde-viemos-onde-iremos.htm. Acesso em: 21 maio 2019.

RIBEIRO, Gabriel. Carros do futuro: cinco tecnologias que podem chegar às ruas em breve. 2018. Disponível em: https://www.techtudo.com.br/noticias/2018/03/carros-do-futuro-cinco-tecnologias-que-podem-chegar-as-ruas-em-breve.ghtml. Acesso em 15 maio.

ILZA, M. S. História do Automóvel. 2008. Disponível em: https://www.infoescola.com/curiosidades/historia-do-automovel/. Acesso em: 15 abr . 2019.

SOUSA, R. P.;CHIN, D. M. W.; SIMÕES, E. F. J. VEÍCULOS AUTÔNOMOS: CONCEITOS, HISTÓRICO E ESTADO-DA-ARTE . 2013. Disponível em: http://www.anpet.org.br/ssat/interface/content/autor/trabalhos/publicacao/2013/157_AC.pdf. Acesso em: 12 mar. 2019.

Por Manoel Alfredo Cezário Dos Reis Júnior, Wesley Inácio de Andrade Batista


Publicado por: WESLEY INÁCIO DE ANDRADE BATISTA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Meu Artigo. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.