Topo
pesquisar

O e-lixo no Brasil: o papel de cada um nesse dilema

Atualidades

Responsabilidade de recolher os lixos eletrônicos.

Para a maioria dos brasileiros, o descarte do lixo eletrônico é realizado da mesma forma que o restante do lixo: tudo é destinado à um aterro sanitário comum, desde lixo orgânico, plástico, ferro, celulares, baterias, rádios, pilhas, lâmpadas e até mesmo televisores e computadores. Um grande risco à saúde humana, visto que esses aparelhos eletrônicos são compostos por inúmeras substâncias tóxicas como mercúrio, chumbo, cádmio, belírio e arsênio, potencialmente nocivas de contaminação do solo e da água. Diferente do lixo comum, o e-lixo deve ser coletado para reciclagem.

É neste ponto que está o segundo problema, já que o Brasil ainda não possui um sistema bem definido de coleta do e-lixo. Esse tipo de material, após o descarte, deve ser devolvido ao fabricante. Atitude essa que não ocorre de forma generalizada. Mas não se pode culpar integralmente os consumidores, muitas vezes leigos no assunto, pois como já foi dito, o Brasil ainda tem muito o que desenvolver no quesito reciclagem do e-lixo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mas ainda há esperança! Foi aprovado na Câmara dos Deputados, após incríveis dezenove longos anos de tramitação, um projeto de lei que obriga o fabricante a recolher o e-lixo. Esta é a solução para o problema do lixo eletrônico no Brasil. Caso o projeto seja aprovado, será a vez de por em prática a responsabilidade de cada um. O consumidor deverá deixar de lado "fatores culturais" que o levam a não dar a devida importância ao e-lixo e destiná-lo corretamente ao fabricante e este, deverá oferecer uma infraestrutura sólida de recolha do e-lixo. Assim será construida uma balança, para equilibrar responsabilidade e obrigação.


Publicado por: tabata larissa

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola