Topo
pesquisar

Brasil é a melhor equipe da XIV Olimpíada Iberoamericana de física no Chile

Atualidades

O Brasil sagrou-se pela segunda vez consecutiva a melhor equipe na XIV Olimpíada Iberoamerica de Física (OIBF).

O Brasil sagrou-se pela segunda vez consecutiva a melhor equipe na XIV Olimpíada Iberoamerica de Física (OIBF) realizada entre 27/09 e 03/10 na cidade de Santiago no Chile e organizada pela FEIASOF (Federação Iberoamericana das Sociedades de Física).

Dentre as 14 edições da OIBF esta é 5ª vez que o Brasil se coloca no 1º lugar entre equipes, consolidando assim sua posição entre os países Iberoamericanos.

A medalha de Ouro foi conquista pelo aluno Rodrigo Alencar-CE de 16 anos (2o ano do médio) fato inédito no Brasil, sendo fruto do programa de treinamento que foi sendo aperfeiçoado ao longo destes 10 anos de participação Brasileira em Olimpíadas Internacionais.

Em 2009 todos os 9 alunos brasileiros representantes nas Olimpíadas Internacional e Iberoamericana de Física foram agraciados com prêmios.

“As Olimpíadas do conhecimento, tais como a Olimpíada Brasileira de Física, Matemática, Química, Astronomia e Biologia, financiadas por órgãos do governo brasileiro, vêm sendo utilizadas ao longo dos últimos anos como instrumento de divulgação e estimulo ao estudo de ciências e matemática para jovens do ensino médio e fundamental”, explica o coordenador das Olimpíadas Brasileiras de Física no Estado de São Paulo, Prof Dr Euclydes Marega Jr – IFSC – USP de São Carlos – SP.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Presidente da Comissão da OBF (Olimpíada Brasileira de Física), Prof José David Mangueira Viana reforça a importância da participação e conquistas do Brasil na XIV Olimpíada Iberoamericana de Física.

Equipe Brasileira :
Rodrigo Rolim Mendes de Alencar - CE (Ouro)
Luana Benedetto de Assis - SP (Prata) - Melhor aluna (sexo feminino)
Caio A Oyama - SP (Prata)
Pedro Ricardo Pereira Tavora - CE (Prata)
Líderes: Carlito Lariucci - UFG e Euclydes Marega Jr. - USP


Publicado por: David C Fugazza

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola