Topo
pesquisar

Ideologia, ideologias, visões de mundo

Sociologia

Conheça algumas definições de ideologia.

Ideologia “é um conjunto lógico, sistemático e coerente de representações (idéias e valores) e de normas ou regras (de conduta) que indicam e prescrevem aos membros da sociedade o que devem pensar e como devem pensar, o que devem valorizar e como devem valorizar, o que devem sentir e como devem sentir, o que devem fazer e como devem fazer. Ela é, portanto, um corpo explicativo, de representações e práticas (normas, regras e preceitos) de caráter prescritivo, normativo, regulador, cuja função é dar aos membros de uma sociedade dividida em classes uma explicação racional para as diferenças sociais, políticas e culturais, sem atribuir tais diferenças à divisão da sociedade em classes. Pelo contrário, a função da ideologia é a de apagar as diferenças, como as de classes, e de fornecer aos membros da sociedade o sentimento de identidade social, encontrando certos referenciais identificadores de todos e para todos, como, por exemplo, a humanidade, a liberdade, a igualdade, a nação, ou o Estado.” (Marilena Chauí, o que é ideologia 1980).

Além dessa definição da filósofa Marilena Chauí, no decorrer da história do pensamento sociológico, muitos sociólogos se preocuparam em achar uma definição adequada para este conceito que tanto nos intriga.A palavra ideologia foi criada por Destutt de Tracy, no séc. XIX, e significa, etimologicamente, ciência das idéias. Posteriormente, concluiu-se que esta palavra ganharia um sentido novo quando Napoleão chamou De Tracy e seus seguidores de "ideólogos" no sentido de "deformadores da realidade". No entanto, os pensadores da Antiguidade Clássica e da Idade Média já entendiam ideologia como o conjunto de idéias e opiniões de uma sociedade.

Isso mesmo, também podemos definir Ideologia como  um conjunto de idéias, concepções, opiniões sobre algum tema, quando perguntamos por exemplo, qual é a ideologia de um determinado pensador, estamos nos referindo à doutrina, a um conjunto de posicionamentos e idéias seguidos por ele diante determinados fatos.

Karl Marx conceituou Ideologia como um sistema de pensamento, ou seja, uma forma de conceber o mundo que abrange, principalmente, os seus aspectos sociais (relações entre os homens e a sua atividade); "Visão do mundo", isto é, produto e reflexo de uma época e de uma sociedade, mais especificamente de grupos sociais reais, estratos e classes, expressando os seus interesses, a sua atividade e o seu papel histórico; Não seria, para este pensador, um sistema de pensamento neutro, pois para ele a ideologia teria uma função que é a de legitimar, justificar e contribuir, ou para a manutenção da ordem social existente, ou para a sua transformação. Marx compreende a ideologia como uma consciência falsa, proveniente da divisão entre o trabalho manual e o intelectual. Nessa divisão, surgiriam os ideólogos ou intelectuais que passariam a operar em favor da dominação ocorrida entre as classes sociais, por meio de idéias capazes de deformar a compreensão sobre o modo como se processam as relações de produção. Neste sentido, a ideologia (enquanto falsa consciência) geraria a inversão ou a camuflagem da realidade, para os ideais ou interesses da classe dominante.

Ideologia também pode indicar Teoria, no sentido de “constituição”, configuração dos conhecimentos para nortear a ação de indivíduos e instituições, há uma ideologia religiosa, a de uma igreja, de uma religião específica, estabelece um código de conduta aos fiéis, há uma ideologia para as escolas, cada escola segue uma ideologia específica, e, claro há a ideologia de um partido político, ou seja, um estatuto que estipula as concepções acerca de diversos temas de interesse do partido e de seus afiliados, como por exemplo, de poder e fornece uma série de orientações de ação aos seus militantes.

Cabe aqui citarmos também uma outra definição de ideologia, muito importante, a do pensador Antonio Gramsci, para ele a ideologia significava uma concepção de mundo, manifestando-se de modo tácito na arte, no direito, na atividade econômica, enfim em todas as manifestações da vida, e ainda de acordo com Gramsci, a ideologia tem por função conservar a unidade de toda sociedade.

Segundo Gramsci, as ideologias: “(…) organizam as massas humanas, formam o terreno sobre o qual os homens se movimentam, adquirem consciência de sua posição, lutam, etc.”

Característica

O que faz

Exemplo

Prescrição de normas

Orienta as ações humanas. Modelam os interesses humanos.

Diz o que se deve fazer, pensar ou expressar

A idéia de monogamia faz com que homens e mulheres a achem justa

Representação da realidade

Dá sentido à realidade humana.

Se utiliza de símbolos e criação mental.

O conceito de pátria ou o sentimento patriótico

Generalização do particular

Trata o específico como exemplo de um fenômeno geral.

Todos os alunos (as) de uma determinada turma são iguais

Inversão da realidade

Esconde as reais causas de um fenômeno.

O MST não luta pela reforma agrária, mas invade as terras.

Naturalização das ações humanas

Torna normal e natural aquilo que é histórico e contingente.

A desigualdade entre os homens e mulheres é normal.Por isso devem ser tratadas de forma inferiorizada.

Reificação da realidade

As coisas aparecem com vida própria, ou seja, coisas inertes ganham aspectos naturais, não construídas pelos homens.

Os salários não expressma relações desiguais de trabalho, mas são apenas salários

Mas o que é reificação? O que seria reificar? é o processo de tomar uma ideia ou conceito e tratá-los como se fossem algo concreto e real. "Sociedade", por exemplo, é um conceito usado pela maioria dos sociólogos para descrever a organização da vida social.A sociedade não é algo que possamos tocar ,no sentido físico, material, nem "ver" ou  "experimentar" de alguma forma usando nossos sentidos. A sociedade também não é capaz de pensar, sentir ou agir, mas sim os indivíduos que fazem parte de uma determinada sociedade.

Ainda sim, as pessoas, nós, reificamos freqüentemente a sociedade, referindo-se a ela como se fosse uma entidade viva, concreta, possuindo necessidades, vontades, intenções e comportamento, como se fosse um ser consciente que pode ser julgado culpado por vários resultados, não sei se estou exagerando, mas um exemplo disso é a citação de Rousseau, quando este afirma "todo homem nasce bom, e a sociedade o corrompe".

No mundo escolar existem várias idéias, concepções, pensamentos etc. que, sem percebermos, podem ser distinguidas como ideológicas, essas idéias podem ser expressas por professores, alunos (as), funcionários, pais, diretores ou mesmo podem ser trazidas de fora da escola por eles.

Exemplos:

“A escola dá oportunidades a todos os alunos de aprenderem as coisas da vida.”

“A função do professor é ensinar, a do aluno é parender, e só.”

“Professor não pode falar de política em sala de aula.”

Todas estas frases demonstram pensamentos e idéias disseminadas não só na escola, mas em toda sociedade.Elas prescrevem normas, representam a realidade, generalizam o particular, têm um discurso lacunar, além de inverter a realidade, naturalizar e ocultar os fatos.E, prescrever normas é elaborar, repetir e manter a ordem dita “normal” das coisas.

Por exemplo, quem disse que os alunos e alunas não sabem nada e o professor (a) é o único dono(a) da verdade? E as experiências pessoais dos alunos(as).Não podemos asseverar que a função do professor é unicamente ensinar e os alunos (as) devem apenas aprender, pois na verdade o professor(a) é um mediador(a), um facilitador(a) e os alunos(as) podem muito bem ensinar coisas e compartilhar seus conhecimntos com os professores.

Referências

Oliveira, de Luiz Fernandes; Costa, da Ricardo Cesar Rocha.Sociologia: o conhecimento humano para jovens do ensino técnico profissionalizante.1ª Ed. Petrópolis,RJ: Catedral das letras, 2005.

Vasconcelos, Ana.Coleção base do Saber: Sociologia.1ª Ed. – São Paulo: Rideel, 2009.

Chauí, Marilena. Convite a Filosofia.São Paulo: Ática, 2000.


Publicado por: Bianca Wild

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola