Topo
pesquisar

Emagrecimento: tudo começa pelo começo...

Psicologia

Você sabia que para emagrecer é necessário começar pelo começo? Clique e entenda!

                                                       “Uma vida que não é examinada não merece ser vivida.”

                                                                                                                                (Sócrates)

Quem nasce primeiro o ovo ou a galinha? Corpo ou mente? Fazer dietas mirabolantes e perder peso rapidamente é habitual, mas ficar no peso desejado e saudável é outra coisa. Manter-se bem e feliz com os resultados conquistados é a questão. Qual é o milagre? Corpo e mente são inseparáveis. A questão não é somente matemática: nutrição compatível e atividade física proporcional (abastecimento-consumo). Na verdade, a operação passa pelo coração que não se enquadra em lógicas exatas. Sem mente no comando não há corpo saudável e ideal. Freud explica. Ficcionalmente o aparelho psíquico é inaugurado no início da vida. O ato da amamentação imprime um registro mnemônico da vivência de satisfação, pois, desde a primeira mamada alimentação é igual a amor e prazer. Alicerce do existir e ser: o primeiro grande registro de prazer é oral e deixa marcas. Assim, sobreposto à nutrição há o essencial suplemento afetivo: registro na memória da vivência de amor e prazer. Sofremos de reminiscência e vamos buscar sempre vivências conhecidas de prazer, pois o psiquismo é regido também pela tendência à repetição e as lembranças muitas vezes nos aprisionam. Na obesidade, pode a alimentação ter se tornado fonte de compulsão, diante das frustrações inevitáveis, vazio, insatisfação, desprazer e desconforto. Portanto, a receita mágica é adoçar o amargo da vida... Resgatam-se velhos caminhos no piloto automático: o primeiro é pela boca! Afinal, você tem “fome” de quê? Basta um chocolate?

Confraternizamos à mesa, comer é evento social, cultural e emocionalmente significativo. A macarronada do domingo em família ou o churrasco entre amigos são rituais que nutrem e reabastecem a pilha emocional. Uau! Até a “Santa Ceia” remete ao simbolismo da alma e do espírito ensejado no ato de comer e beber. Claro, que a obesidade não é somente causada pelo mecanismo da compulsão. Há outras dinâmicas mentais cujo significado do sintoma corporal deve ser desvelado no processo psicoterápico individual, pois cada indivíduo é único e necessitamos solucionar seu enigma particular para que possa ser ele o dono de sua mente e corpo.

Academias, cirurgias, reeducação alimentar, procedimentos estéticos, medicalização, etc... etc... são investimentos e intervenções que se complementam, mas na tecedura do corpo há o fio condutor que é o mundo psíquico. Técnicas somente poderão atingir efeito duradouro e constituinte ao sujeito se ele se permitir e investir em solucionar seus conflitos psíquicos: organizar e desenvolver sua mente para que o seu corpo deixe de ser terra de ninguém, ou seja, joguete do inconsciente, do Outro que habita em mim e que eu próprio desconheço. Emagrecimento é questão de cabeça e corpo sãos!!! 

Se permita ter vida de qualidade e significativa, sabendo que é muito diferente de ter somente uma pobre qualidade de vida!!!

“Age de maneira
Que possas querer que o
Motivo que te levou a agir
Se torne uma lei universal.”

(Immanuel Kant)

Bibliografia

BERTHERAT, T. As Estações do Corpo: Aprenda a olhar o seu corpo para manter a forma. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

BONTEMPO, M. Emagrecer... é sopa. São Paulo: Editora Best Seller, 1997.

CURY, A. Revolucione sua qualidade de vida: navegando nas águas da emoção. Rio de Janeiro: Sextante, 2002.

CURY, A. Treinando a emoção para ser feliz: nunca a auto-estima foi tão cultivada no solo da vida! São Paulo: Editora Academia de inteligência, 2007.

ELIACHEFF, C. Corpos que gritam: A psicanálise com bebês. São Paulo: Editora Ática, 1995.

EPPS, D. Como vencer a obesidade: Os pontos-Chave do Emagrecimento: fome, emoções e açúcar: análise científica, sem perda das perspectivas humanas. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1997.

FREUD, S. A Interpretação de Sonhos. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 4 e 5, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. A Negativa. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 19, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. Além do Princípio de Prazer. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 18, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. Formulações sobre os dois princípios do funcionamento mental. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 12, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. Inibições, sintomas e ansiedade. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 20, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. O Ego e o Id . Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 19, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. O Inconsciente. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 14, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. O mal-estar na civilização. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 21, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. Os instintos e suas vicissitudes. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 14, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. Projeto para uma Psicologia Científica. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 1, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. Sobre o Narcisismo: uma introdução. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 14, (Edição Standard Brasileira).

FREUD, S. Três ensaios sobre a teoria da sexualidade. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1980, v. 7, (Edição Standard Brasileira).

GREEN, A. Narcisismo de vida: narcisismo de morte. São Paulo: Escuta, 1988.

JOHNSON, S. Quem mexeu no meu Queijo? Rio de Janeiro: Record, 2012.mudança psíquica: artigos selecionados de Betty Joseph. Rio de Janeiro: Imago Ed., 1992.

JOSEPH, B. Equilíbrio psíquico e

KLEIN, M. Psicanálise da Criança. São Paulo: Mestre Jou, 1981.

LAPLANCHE, J. e Pontalis; Vocabulário de Psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

MEZAN, R. Freud: A Trama dos Conceitos. São Paulo: Editora Perspectiva, 1989.

MCDOUGALL, J. Teatros do Corpo: O Psicossoma em Psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

MENEZES, O. A. Obesidade: motivações inconscientes. São Paulo: Paulus, 1998.

ROTHGEB, C. L. Chaves-resumo das obras completas/ Sigmund Freud. São Paulo: Editora Atheneu, 1999.

SILVA, M. A. D. Quem ama não adoece: o papel das emoções na prevenção e cura das doenças. Círculo do Livro: Editora Best Seller, 21ª edição, 1999.

WINNICOTT, D. W. Os Bebês e suas Mães. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

WONSOVICZ, S. Novo espaço Filosófico Criativo: Investigação Ética. Santa Catarina: Editora Sophos, 2002.

Por Eliane Pereira Lima
Especialista em Psicologia Clínica, Organizacional e do Trabalho
Psicologia - Psicanálise
CRP 06/43457
Crianças - adolescentes – adultos


Publicado por: Eliane Pereira Lima

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola