Topo
pesquisar

A teoria de Darwin está ameaçada?

Biologia

A teoria de Darwin está ameaçada? Clique e entenda mais a respeito!

Após 132 anos da morte de um dos investigadores mais reconhecidos da história, Charles Darwin, criador da teoria da seleção natural que tem a finalidade tanto de explicar a origem do Universo quanto a competição entre as grandes empresas, tem sofrido críticas na sua principal finalidade de justificativa, a evolução. Os ataques agressivos estão vindo de grupos religiosos radicais islâmicos que estão fazendo ameaças a biólogos evolucionistas. Esses radicais exigem que sejam banidos dos livros escolares todos os conceitos relacionados à evolução. A própria igreja católica que sempre refutou as ideias de Darwin tem mudado sua postura ao longo dos anos. O papa João Paulo II, em novembro de 1996, afirmou que “novas evidências levam ao reconhecimento de que a teoria de Darwin é mais do que uma hipótese”.

Existem, no campo científico, tanto evidências que confirmam quanto que divergem Darwin. A seleção natural determina que todos os seres vivos produzam descendentes que são parecidos com eles, porém não são idênticos. É durante a reprodução que ocorre cruzamento de genes ou mutações aleatórias que fazem com que o filho adquira novos traços (características). E são essas novas características que podem ajudar na luta pela sobrevivência e fazer com que tenham descendentes férteis. Com o passar dos anos esses traços se espalham pela população se tornando maioria em relação aos menos favoráveis ao meio, chegando ao ponto de ocorrer uma diferenciação tão grande que gerariam novas espécies. As populações evoluem , por exemplo, para se adaptarem às condições climáticas de lugares diferentes. A existência de pessoas negras na África e brancas na Europa é devido  a essa mudança de ambiente. 

Há possibilidade de que a evolução e a seleção natural se combinem com outras leis da natureza. É o que indicam novos estudos. A linha de raciocínio é que alguns sistemas possuam ações que não podem ser explicadas pelas características de suas partes. Por exemplo, não é possível prever o sentido de uma avalanche conhecendo somente as características dos flocos de neve, assim como não se utiliza a psicologia de um único torcedor para entender o comportamento de uma torcida de futebol. É o sistema completo que deve ser analisado, considerando a complexidade existente.

O isolamento geográfico é outro componente da evolução. Populações isoladas costumam se diferenciar umas das outras. Mas, hoje a população mundial é  mais densa e encontra-se em  constante movimentação. Não é preciso mais casar com nossos vizinhos. Temos a opção de pegarmos um avião e encontrarmos nosso par a quilômetros de distância. É possível ter uma relação sexual com gente de qualquer lugar do mundo, e com isso o planeta está se tornando um único continente genético.

Essa polêmica que envolve a evolução está longe de terminar. Os cientistas não veem isso como uma má notícia. Discussões são importantes para estimular o conhecimento e assim gerar uma maior rigidez nas pesquisas. Mesmo com tanto quebra-pau, é inegável a genialidade de Darwin. Depois de tantos ataques e emendas, sua teoria se manteve firme por mais de um século. Resta saber por quanto tempo mais.


Publicado por: Philip Matheus J. Ferreira Alves

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola