Topo
pesquisar

A dança e a psicomúsica

Artes

Métodos para a exploração e desenvolvimento de uma psicopatologia sem linguagem através dos estados de espontaneidade.

Segundo Moreno os domínios da pantomima, do ritmo, dança e música, e o domínio do (aparentemente) absurdo. São necessários métodos para a exploração e desenvolvimento de uma psicopatologia sem linguagem, não-semântica. Um exemplo ilustrativo de tal método é a experimentação com os estados de espontaneidade, com o processo de aquecimento preparatório (warming-up) e com o movimento do corpo no espaço. Não lidamos, principalmente, com a associação de palavras. Nenhum processo verbal era esperado.

O corpo fez seu aquecimento preparatório para uma dança e, eventualmente, surgiu um dialogo. Portanto, sugerimos sinais não-semanticos análogos às notas musicais para representar um curso de ação intermédio, um entrelaçamento de complexos emotivos. O terapeuta da dança foi diferençado em duas categorias: ator-dançarino que dança para curar-se – autocatarse – e o ator-dançarino que dança para representar um grupo de espectadores, os quais co-experimentam com ele o desempenho da dança –catarse coletiva.

Pantomima:

De todas as facetas do teatro profissional, a pantomima é classificada como a mais difícil, a que mais consome tempo e tecnicamente a mais complicada.
A visibilidade, gesticulação, expressão, absorção e energia são o que há de mais importante em pantomima.
Consistência; Resistência exagerada; Expressão e gestos exagerados; são as três propriedades necessárias para realizar pantomima;

Consistência:

Os objetos representados devem manter o mesmo tamanho. Um volante não pode diminuir e aumentar; os copos não podem pairar no ar, devem ser colocados em algum lugar; um cabo de vassoura não é um macarrão escorregadio.
Resistência exagerada:
Se na mímica empurramos uma porta, puxamos uma corda, levantamos uma mala, apertamos um botão, colhemos uma flor, batemos em uma porta, levantamos um peso, apertamos um parafuso, pregamos um botão ou representamos uma outra ação qualquer, a resistência contra o objeto deve ser exagerada e “maior” do que na vida real. Colher flores pode não exigir esforço algum, mas na pantomima o ator deve praticar a ação mais definida, mais pronunciada, maior.

Expressão e gestos exagerados:

Se na mímica apontamos para alguém, choramos, rimos, ficamos alegres ou tristes, reagimos com espanto, horror ou felicidade, os gestos e expressões faciais usados devem ser exagerados, tornados maiores, do que na vida real.
Semântica = estudo das mudanças ou trasladações sofridas, no tempo e no espaço, pela significação das palavras.
Não lidamos, principalmente, com a associação de palavras. Nenhum processo verbal era esperado. O corpo fez seu aquecimento preparatório para uma dança e, eventualmente, surgiu um dialogo. Portanto, sugerimos sinais não-semanticos análogos às notas musicais para representar um curso de ação intermédio, um entrelaçamento de complexos emotivos.
Experimentação com os estados de espontaneidade, com o processo de aquecimento preparatório (warming-up);
Os estados espontâneos são gerados por vários dispositivos de arranque. O sujeito coloca o seu corpo e mente em movimento, usando atitudes corporais e imagens mentais que o levam a alcançar esse estado. (warming-up)
Ator-dançarino que dança para curar-se – auto catarse;
A catarse mental que esperamos terá lugar no ator, na mente da pessoa que está sofrendo a tragédia. O local da catarse transferiu-se dos espectadores para o palco. Os atores são os pacientes; eles necessitam da catarse, então todo o processo que se desenrola no palco tem de ser reconsiderado.
Catarse coletiva; Ator-dançarino que dança para representar um grupo de espectadores, os quais co-experimentam com ele o desempenho da dança.

Psicodrama J.L.Moreno - Cultrix
Jogos Teatrais M.C.Novelly
Renato Mota – 2002 – www.studiorenatomota.com.br


Publicado por: Renato Mota

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola