Topo
pesquisar

O ensino técnico é importante para o Brasil?

Educação

A importância do ensino técnico para o Brasil

Normalmente, as discussões acerca dessa modalidade de ensino eram deixadas para debate após terem sido esgotados todos os outros assuntos referentes à educação. Atualmente, porém, o ensino técnico está em pauta e quem sabe em um futuro próximo não será mais um estranho em meio aos cidadãos que estão procurando uma oportunidade de se tornarem profissionais em alguma atividade.

A formação técnica deve estar no centro das mudanças educacionais as quais derrubam a barreira entre o instruir e o educar. Quase todos os ideais que sustentam as reformas na educação brasileira nos últimos anos destacam a importância de perseguir estes objetivos. A prática do ensino técnico deve aderir de forma integrada a essas reformas.

O ensino técnico não deve ser encarado como um programa de caridade de algum governo destinado aos nossos jovens cidadãos em situações de desvantagem social , como pensam alguns educadores; muito menos deve ser visto como uma jogada certeira para diminuir a disputa pelo ensino superior, como acreditam outros estudiosos. O ensino técnico precisa existir e ,com qualidade, porque necessitamos de técnicos de nível médio, técnicos com alto padrão de excelência, em todas as esferas de nossa sociedade. Este tipo de ensino precisa ser expandido e atualizado porque a mão de obra do povo brasileiro possui pouca qualificação, apresenta um número reduzido de anos de estudo e tem grandes problemas para se adaptar às mudanças nas formas e relações de trabalho. Deve-se lembrar que permitir com que os trabalhadores se tornem capacitados para essas variações do mercado de trabalho e consequentemente da sociedade não é responsabilidade de empresas (não excluindo a ideia de que estas podem prover o treinamento de funcionários para que estes se adaptem às inovações). Entretanto, fazer com que o indivíduo entenda que é preciso aprender a aprender; ensiná-lo a pensar como sujeito ativo sobre o que está fazendo e como o que ele está fazendo afetará a sociedade na qual ele está inserido; orientá-lo para que ele não seja simplesmente um ser robótico, um simples reprodutor de uma missão empresarial, mas sim possuidor de habilidades e diversos conhecimentos os quais poderá colocar em prática onde achar que estes produzirão maior resultado. Estas responsabilidades cabem a instituições de ensino, principalmente as instituições de ensino público, que podem em alguns instantes estarem afinadas com o mercado , mas jamais se permitindo esquecer de que devem manter a sua autonomia como principais formadoras de cidadãos que são.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Brasil precisa que os seus filhos tenham maior escolaridade, que tenham uma profissão e se afastem dos crimes e da drogadição, aumentando, dessa forma, sua autoestima e contribuindo para um desenvolvimento social e econômico sustentável. Sem dúvida alguma, o ensino técnico é a mola mestra para o alcance deste objetivo.


Publicado por: Paula Bernardi Meira

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola