Topo
pesquisar

A luta continua

Redação

Como mudar a situação que o negro vive.

Há anos a escravidão chegou ao fim, no entanto os negros continuaram marginalizados, uma vez que não tiveram nenhuma oportunidade de estudar e alcançar uma posição melhor. Assinada a lei áurea os negros teoricamente eram livres, porém sem saber o que fazer teve quer bater nas portas do branco e continuar a servi-lo em troca do seu sustento e de sua família.

É comum ver na televisão, nos programas ou novelas papeis bem definidos, os brancos nos papeis de destaque e os negros interpretando serviçais, para esse quadro começar a mudar os negros tiveram que percorrer um árduo caminho para alcançar uma colocação um pouco mais digna, uma raça que tanto foi humilhada e exposta à situação tão submissa e degradante, de preconceito racial e social. Muitas manifestações defendendo seus ideais foram feitas, vários negros foram mortos em defesa de sua raça, lideres negros surgiram para ficar na historia da humanidade para fazer pensar o quanto vale a vida como Nelson Mandela, um dos maiores líderes negro na defesa não apenas da sua raça, mas na igualdade de todas elas.

Hoje, depois de muitas batalhas grandes conquistas foram alcançadas, já se ver negros em papeis de mais destaque em todos os campos da sociedade, nas novelas negros deixando de ser subalternos para ser patrão, e em outras áreas como médico, advogado, jornalista, o dia dedicado à consciência negra e um dos homens mais poderosos do mundo é negro Barack Obama. Muito ainda é preciso fazer, batalhas foram vencidas, mas a guerra ainda não terminou, é difícil competir de igual com os brancos, é verdade que o preconceito ainda possui uma força muito expressiva, mas uma coisa é certa, o sonho pela igualdade entre brancos e negros estar mais próximo da realidade.


Publicado por: vanessa

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola