Topo
pesquisar

Psicologia na Escola Pública

Psicologia

Clique aqui e saiba como o projeto Psicologia na Escola funcionaria.

A escola no Brasil hoje esta enfrentando vários problemas no que diz respeito a sua função principal diante da sociedade, que é de preparar o cidadão e a cidadã para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, além de tentar mostrar aos mesmos o quanto é importante e necessário ao crescimento intelectual e social, o poder e a capacidade da formação de opinião. Essa última que nos dias de hoje, encontra-se cada vez mais escassa diante da acomodação e das armadilhas, das facilidades oferecidas e dispostas, por alguns governantes no sentido de bloquear a opinião evolutiva do povo, vem sendo um dos grandes problemas enfrentados principalmente pelas escolas públicas.

É publico e notório que uma escola, seja ela qual for, de qualquer parte do País, para desempenhar uma educação de qualidade e atingir os seus objetivos é imprescindível à participação da família junto à escola. Diante desses fatos e sabendo da capacidade dos profissionais da Psicologia, veio à ideia do projeto “PSICOLOGIA NA ESCOLA”, esse projeto visa utilizar a capacidade desse grande profissional como meio de ligação entre a escola e a família dos Alunos. Funcionaria da seguinte forma:

  • Um psicólogo ficaria a disposição da escola, e visitaria a mesma durante a semana em horários pré-determinados pela secretaria de educação, procurando conhecer a realidade da escola e as dificuldades enfrentadas por alguns alunos ligadas ao seu rendimento escolar. Uma vez detectado tal problema, e caso seja necessário, entrar em contato com a família dos mesmos, conhecendo a realidade da família e procurando uma solução, unindo família e escola com um objetivo único;
  • A Prefeitura deverá disponibilizar um veículo para o psicólogo fazer os devidos descolamentos, procurando atender o maior número de escolas possíveis;
  • A participação do Conselho Tutelar é imprescindível, no sentido de dar apoio e acompanhar todo o processo feito pelo psicólogo;
  • Como sugestão e procurando incentivar o psicólogo, faz-se necessário uma gratificação salarial que deverá ser proporcional a sua produção dentro desse projeto.

Certamente essa humilde proposta não ira fazer qualquer tipo de mágica, no sentido de mudar da água pro vinho a educação pública, mas diante das várias hipocrisias que são feitas no nosso País hoje, culpando e pressionando os professores como sendo os únicos culpados por todas as mazelas educacionais que estão acontecendo nas escolas, vale apena tentar, pois com um pouco de boa vontade e aproveitando os profissionais dentro de suas especialidades, a probabilidade de se obter êxito com certeza é clara e real e a sociedade Brasileira merece oportunidades como essa.


Publicado por: JORGE LUCENA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola