Topo
pesquisar

Ouça para apreender mais

Psicologia

Ser capaz de ouvir bem, para ser capaz de encantar muito mais pessoas e sbir rapidamente os degraus da escada do sucesso.

Você se considera um bom ouvinte? Essa é uma questão interessante porque faz parte de uma das mais admiráveis qualidades que o ser humano pode conquistar. Se você for capaz de ouvir bem, será capaz de encantar muito mais pessoas e subir rapidamente os degraus da escada do sucesso.

Não raro, quem escuta está tão ocupado pensando no que vai responder que até esquece de ouvir o que o outro tem a dizer.

A qualidade de bom ouvinte, não é uma característica intrínseca ao ser humano. Se você quer se tornar um admirável ouvinte, deverá trabalhar duro para desenvolver essa habilidade. Primeiro você deverá conscientizar-se de que existem diferentes razões para ouvir bem variadas mensagens. Precisa saber também, que quanto mais você ouve diferentes questões, melhor será a sua compreensão.

Via de regra, o ato de ouvir pode ser dividido em três categorias, são elas:

  1. Ouvir preocupado em assimilar todos os detalhes – aviso para embarcar (avião, trem etc); recomendações médicas ou mesmo um aviso de emergência;
  2. Ouvir a fim de capturar alguns detalhes – leitura do texto que o professor faz em sala de aula, por exemplo;
  3. Ouvir para assimilar a idéia principal – explicação do consultor de vendas - sobre o produto e o preço - durante pesquisa de compra.

     

Além disso, você terá que ser capaz de interpretar não só a mensagem, mas também, e principalmente, os sinais não verbais do seu interlocutor, de forma a engendrar um cobiçado processo de rapport. No entanto, isso pode ser difícil de conseguir, pois às vezes somos excêntricos e ficamos tão ocupados pensando no que vamos responder, que até esquecemos de ouvir o que o outro tem para nos dizer.

“Temos uma só boca e dois ouvidos, para que possamos falar menos e ouvir mais”.
Diógenes

Se você, por exemplo, é um líder de equipe comercial, consultor de vendas ou mesmo se vai participar de uma entrevista de emprego, precisa saber que sua habilidade de bom ouvinte determinará o sucesso ou fracasso de suas ações. Portanto, se você depende desta condição para ganhar o pão de cada dia, terá ainda que se preocupar em desenvolver habilidades pragmáticas, agindo da seguinte forma:

  1. Amplie a capacidade de interpretar mensagem não verbal;
  2. Demonstre interesse no que o seu interlocutor diz;
  3. Anote os pontos chaves do diálogo – agindo assim você poderá interagir, eficazmente, com a outra parte;
  4. Recorra a pontos específicos do diálogo para formular perguntas. Desta feita, suas chances de causar admiração à outra parte serão aumentadas.

Uma outra dica a qual não pode ser subestimada é: que quanto mais específico e customizado for o seu follow up, maiores serão as suas chances de causar impressão favorável ao outro. Contudo, tome cuidado para não começar a fazer anotações sem antes pedir permissão.

Enquanto ela fala, você terá mais oportunidades de obter informações preciosas, com isto, poderá usá-la de forma direcionada e inteligente.

Saber ouvir é tão imprescindível que a mãe natureza nos deu dois ouvidos e uma única boca. Não deve ter sido por acaso que somos assim, não é mesmo? Já que ela conspirou a nosso favor, cabe a nós cuidar da outra parte, a qual é usar os nossos ouvidos de maneira sábia. Assim, você poderá complementar a lista de dicas com os seguintes pontos:

  1. Seja discreto, atencioso e adote a empatia;
  2. Mantenha contato visual com seu interlocutor enquanto estiver tomando notas. Não permita que ele pense que você está mais interessado em anotar do que em ouvi-lo - se a outra parte demonstra algum desconforto com suas anotações, pare imediatamente;
  3. Seja breve nos apontamentos. Não tente redigir a sentença completa, escreva somente as palavras chaves;
  4. Após o contato, faça uma revisão mental do que foi dito e complete o seu paper.

“Se eu escuto, eu esqueço, se eu vejo, eu me lembro, mas se eu faço, eu entendo”.

Confucius

Em síntese, você deve levar em consideração que um dos grandes segredos para obter sucesso no processo de comunicação, é usar a retórica estrategicamente e motivar as pessoas para que elas possam falar mais que você. Enquanto ela fala, você terá mais oportunidade de obter informações preciosas, com isso poderá usá-las de forma direcionada e inteligente. Como se sabe, as pessoas adoram falar de si próprias, então uma iniciativa plausível é logo de início perguntar sobre hobbies, profissão, hábitos de leitura etc. Assuntos assim costumam render um bom caldo. Agora que você já sabe de tudo isso, mãos à obra, pois da prática faz-se a perfeição.

Evaldo Costa
Professor, Escritor, Consultor e Conferencista.


Publicado por: evaldocosta

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola