Topo
pesquisar

PSDB Fracassa em São Paulo

Política

A decisão veio das urnas. O paulistano decidiu que Fernando Haddad (PT) é o novo prefeito de São Paulo .

A decisão veio das urnas. Neste domingo (28/10), o paulistano decidiu que Fernando Haddad (PT) é o novo prefeito de São Paulo com 3.387.720 de votos. Serra (PSDB) teve 2.708.768.

Por um lado, ao perder em São Paulo, o PSDB perdeu seu maior curral eleitoral. Lição: é preciso mudar. Dar espaço aos mais jovens. Do contrário, vai cair no ostracismo político involuntário. Mais: o partido está distante do povo. Os velhos cardeais parecem não entender que quem decide a eleição é o povo. Gente simples que levanta cedo para trabalhar e que faz de São Paulo uma das maiores cidades do planeta.

Ao escolher Haddad, o paulistano demonstra sua insatisfação com o tucanato. Serra sofre rejeição em quase todas as classes sociais. Além disso, aos olhos da população, o governo Gilberto Kassab (PSD), que é aliado de Serra, faz uma péssima administração da cidade. Enfim, o jovem Fernando Haddad representa o novo. Com ele ressurge a esperança de que as coisas podem mudar na acinzentada São Paulo, que está asfixiada no momento. O que a população quer? Mudança.

Pode discordar

Quanto a Serra, seu futuro político segue indefinido. Com mais essa derrota, seu prestígio diminui ainda mais. É fruto de uma sucessão de erros até aqui. Pesou, especialmente, o abandono da Prefeitura de São Paulo (2004) e do governo do Estado (2010).

Outra coisa, seu agastamento com os jornalistas, em vários momentos, da eleição, mostrou que não é tão equilibrado. Então, qual é a função do repórter? Perguntar, recolher informações e transformá-las em matéria de noticiário. De outro lado, não se pode negar que a mensagem veiculada, na mídia, pelo candidato, se mostrou ineficiente e incapaz de empolgar o eleitorado jovem. 'Pode discordar. O que não pode é investir contra a pessoa do jornalista. Interrogações adversas fazem parte do clima eleitoral', diz Eugênio Bucci.

Tem mais, na corrida eleitoral, de 2014, o PT sai fortalecido e o PSDB enfraquecido. Por quê? Porque os tucanos acreditavam que poderiam virar o jogo e vencer em São Paulo. Não aconteceu. Finalmente, há quem diga que se, o jovem Haddad e o PT, não fizerem uma ótima gestão cairão no ostracismo nas próximas eleições. Seus padrinhos políticos, Lula e Dilma, sabem disso. Ninguém nega que o paulistano quer mais segurança e melhor qualidade de vida. Por isso, é preciso mais oxigênio na saúde, no transporte, no trânsito, na cultura, no lazer, na educação, na limpeza e conservação da cidade. (Ricardo Santos é jornalista e prof. de História)


Publicado por: RICARDO SANTOS

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola