Topo
pesquisar

Como deveria ser desenvolvida a política (sociedade, Estado) nos dias de hoje?

Política

Pensamentos de Maquiavel para a construção de um bom país.

Juízos a respeito da organização de uma sociedade estiveram sempre presentes, afinal a política envolve todo o cenário de um país, de uma nação. Nesse sentido, diversos filósofos do século passado levantaram hipóteses, e até mesmo modelos de como deveria ser a sociedade e o Estado.

O Brasil, por exemplo, é considerado um país “mal organizado”, pois diversos escândalos como nepotismo e corrupção estão presentes no cenário político, sendo até normal para os brasileiros. Então, todos acabam por questionar, o que há de errado nesse país? Há salvação? O que poderia ser feito para melhorar o país?

A solução dos diversos problemas de um país não é tão fácil de ser encontrada, mas a situação de um país pode melhorar. Seguindo a concepção de Nicolau Maquiavel (1469-1527) uma pessoa que governa deve ser um homem de inquestionável coragem, sabedoria ou inteligência na decisão de suas ações – virtude, isto é, um governante deve ser dotado de capacidade para controlar acontecimentos e ocasiões. Então, percebe-se que para mudar a política de uma sociedade, primeiramente, o Estado deveria ter um bom governante, dotado de princípios que se dá o nome de “virtú”, como citado na célebre obra de Maquiavel “O príncipe”: “É portanto necessário para um príncipe que deseje conservar o poder, aprender a não ser bom e a usar disso, ou não usar, segundo a necessidade”.

O príncipe dever conservar o Estado custe o que custar. É um sujeito com todos os deveres para manutenção do mesmo e em conseqüência disso possui todos os direitos, até mesmo de práticas tiranas, pois como os fins justificam os meios, tais práticas são para um bem maior - o Estado. Maquiavel "endeusa" essa pessoa - o Príncipe - e em seus postulados ele nunca criticou a posição em que um Príncipe se encontra. Maquiavel defende fortemente o Estado Absoluto mesmo se for degenerado, mas o direciona a favor de uma República, de uma união.

Deste modo, segundo as idéias maquiavélicas, o Estado sendo laico, o governo republicano e o governante dotado de “virtú”, a administração de um país seria ótima, isso na teoria, pois o país como citado anteriormente tem tais características, porém a situação política é vergonhosa, pois a má supervisão é totalmente presente. Portanto, as idéias do pai da política moderna seriam uma utopia, afinal um governante dotado completamente de tais virtudes é raro.

Por outro lado, o que se pode relacionar do maquiavelismo ao governo contemporâneo é claro, não é a existência de um ser perfeito, mas sim a existência de uma unidade com mais autoridade. Governar para a maioria leva à união, todavia isso sempre remete a um Estado Liberal onde a demagogia sempre se faz presente. A maneira maquiavélica de gestão do Estado une o povo e constrói uma nação virtuosa e bastante sólida.


Publicado por: Raisa Yuka

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola