Topo
pesquisar

Narciso X Poeta

Literatura

Confira o diálogo entre um poeta e um médico presidente da recém-fundada academia Tupiniquim de letras.

Um famoso poeta chega à pequena cidade que está em júbilo pela criação da Academia Tupiniquim de Letras. Todos se apressam em cumprimentá-lo e rasgar elogios, etecetera e tal.

Um dos imortais do local apresenta ao poeta o presidente da recém- fundada academia.

Entusiasmado o cicerone diz que o presidente faz jus a cadeira de Machado de Assis, e por aí segue seu discurso.

O poeta ouve atentamente a fala do cicerone e cumprimenta gentilmente o elogiado.

Em seguida faz a pergunta ao presidente:

- Qual sua última obra?

O presidente responde:

- Não trabalho com letras

Sou médico! Um santo ofício!

Visivelmente desapontado, o poeta responde:

- Antes de morrer ainda quero ler uma obra sua!

Mais afiado que uma navalha.

O presidente médico retruca:

- Então poeta, o senhor pode ficar descansado, pois eu não tenho pressa alguma em escrevê-la.

*Geone Angioli é Especialista em Literatura Brasileira e Professor de Língua Portuguesa do IFAM/PARINTINS.


Publicado por: GEONE ANGIOLI FERREIRA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola