Topo
pesquisar

O fenômeno Google

Informática

O fenômeno Google: no que se baseia o Google. quais as características dessa empresa, como o Google se transformou em uma potência na Internet.

Bastou a junção de um estudante russo com um americano tímido, em um dormitório da Universidade de Stanford, para surgir uma das maiores, se não for a maior, solução de tecnologia do século. A dupla Sergey Brin e Larry Page soube usar a tecnologia da informação para criar produtos e soluções sem igual. Nasce o fenômeno Google.

Qual o segredo para tanto sucesso? Inovação. Desde que o Google começou a fazer serviços de busca, que já era uma área mal-explorada na época, a empresa não parou de inovar. Um dos coringas do Google é a compra de startups, empresas pequenas e inovadoras. Foi assim com a Akwan, uma empresa brasileira que foi comprada pelo gigante das buscas em julho de 2005.

Gmail, Orkut, Youtube, Google News, Google Earth, Blogger... É quase impossível dizer todas as ferramentas ou serviços que o Google possui, pois seu grau de inovação é extremamente alto.

Se você acha que os serviços são inovadores, é porque não conhece a empresa em si. Nada de rotinas, chefes com caras feias e estresse; a moda é a informalidade. Patinetes e bicicletas circulando livremente, mesas de bilhar e partidas de hóquei às sextas-feiras são algumas coisas que fazem parte da rotina da empresa. Até os animais de estimação são bem-vindos.

Podemos resumir o Google em uma coisa: pacote de sucesso. A empresa conseguiu acoplar tecnologia, inovação, ambiente de trabalho dos sonhos de qualquer um e dinheiro, muito dinheiro. Sem dúvidas, isso parece ser um pack que serviria para qualquer empresa que esteja começando. Mas aí que está a questão: sempre o mais bem-sucedido é quem cria as idéias primeiro, quem inova, assim como Brin e Page ou Bill Gates. Com certeza, se alguém copiasse o Google por completo hoje, talvez não tivesse o mesmo sucesso, pois inovação é fundamental, e felizmente isto não pode ser copiado.


Publicado por: Tiago Dantas

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola