Topo
pesquisar

A Educação segundo Freud e a função de educar na Educação Infantil

Educação

Entenda sobre a Educação segundo Freud e a função de educar na Educação Infantil.

O dicionário de termos de psicanálise de Freud (CUNHA, 1970) define educação como “um incitamento à conquista do princípio do prazer e em sua substituição pelo princípio da realidade” (p. 54). Uma de suas funções é inibir, proibir, suprimir; exercer o representante da lei e das exigências sociais. Contudo, se essa proibição for exacerbada, o indivíduo pode não suportar e se tornar o que a psicanálise chama de neurótico. Mas como saber a medida certa, de maneira que ocasione o máximo de bem e o mínimo de dano possível, já que as crianças, assim como todo ser humano, são seres idiossincrásicos, com disposições constitucionais muito diferentes umas das outras? Essa é a árdua tarefa do educador. Enquanto pedagogos, jamais devemos esquecer que criança como todo ser humano, é um sujeito social e histórico e faz parte de uma organização familiar que está inserida em uma sociedade, com uma determinada cultura, em um determinado momento histórico. É profundamente marcada pelo meio social em que se desenvolve, mas também o marca.

O educador deve estar sempre atento e reconhecer a constituição característica de cada criança, para que somente desse modo possa calcular, por pequenas indicações, o que está acontecendo na mente ainda não formulada da criança, para lhe dar a quantidade exata de amor e estímulos, e ao mesmo tempo, preservar um grau efetivo de autoridade.

Já para o RCNEI as novas funções para a educação infantil devem estar associadas a padrões de qualidade. Essa qualidade advém de concepções de desenvolvimento que consideram as crianças nos seus contextos sociais, ambientais, culturais e, mais concretamente, nas interações e práticas sociais que lhes fornecem elementos relacionados às mais diversas linguagens e ao contato com os mais variados conhecimentos para a construção de uma identidade autônoma.

Educar significa, portanto, propiciar situações de cuidados, brincadeiras e aprendizagens orientadas de forma integrada e que possam contribuir para o desenvolvimento das capacidades infantis de relação interpessoal, de ser e estar com os outros em uma atitude básica de aceitação, respeito e confiança, e o acesso, pelas crianças, aos conhecimentos mais amplos da realidade social e cultural. Neste processo, a educação poderá auxiliar o desenvolvimento das capacidades de apropriação e conhecimento das potencialidades corporais, afetivas, emocionais, estéticas e éticas, na perspectiva de contribuir para a formação de crianças felizes e saudáveis.

Referências:

BRASIL. RCNEI – Referencial Curricular Nacional da Educação Infantil – Brasil, 1998. 

CUNHA, Jurema (org). Dicionário de termos de psicanálise de Freud. Porto Alegre: Globo, 1970.

COMO CITAR ESTE ARTIGO:

SILVA, Odacyr Roberth Moura da. A educação segundo Freud e a função de educar na educação infantil.Brasil Escola: 2014. Disponível em: < >. Acesso em xx xx xxxx. 


Publicado por: Odacyr Roberth Moura da Silva

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola