Topo
pesquisar

A Educação Financeira nas Escolas

Educação

A Importância da Educação Financeira Nas Escolas

Nas escolas públicas do estado de São Paulo, alguns professores percebem a necessidade de uma mudança na postura e no complemento curricular das escolas.

O crescimento do país só pode acontecer quando as pessoas (educandos) receberem informações significativas também quanto ao seu desenvolvimento financeiro, formação como cidadão atuante e comprometido com o desenvolvimento de seu país, lembrando que essa pessoa poderá influenciar, de acordo com seu preparo e muito a economia de seu país.

Não precisamos apenas de homens e máquinas. Um país para que cresça também é necessário que os alicerces da economia também sejam ampliados. A formação financeira como um dos componentes curriculares, fortalecerá o ciclo produtivo do país.

Lembrando que um cidadão que receba orientação e formação financeira, terá mecanismos suficientes para não cair no consumo excessivo, não ficará preso na teia dos juros exorbitantes, podendo preparar melhor seu consumo e planejar seu futuro de forma consciente e responsável. Isso acarretará em um país mais fortalecido, com uma população menos endividada e muito mais próspera.

Alguns alunos, hoje necessitam dos conceitos e noções básicos da importância do planejamento financeiro.

Antigamente as informações não eram tão acessíveis e a inflação nos dava a necessidade de comprar antes que os preços ao final do dia fossem remarcados. A noção de poupar e aplicar eram mais afastados das classes mais carentes.

O crescimento atual da economia e a melhoria das classes sociais, a melhoria do padrão de vida da população vem de encontro com a necessidade das famílias.

A educação do planejamento financeiro vem tratar do consumismo desenfreado, que percebemos nos educandos, a falta de visão na necessidade de se preparar financeiramente, causa um círculo vicioso em repetições de padrões.

Famílias endividadas, com suas vidas comprometidas em trabalharem apenas para pagarem juros e viverem para pagarem contas.

 A importância da educação financeira vem a dar ferramentas para que o aluno possa perceber que ele pode ter uma vida melhor, que tenha a possibilidade de se planejar financeiramente. Assim construindo um país mais estruturado e próspero.

A leitura de autores importantes como Gustavo Cerbasi, Robert T.Kiyosaki e Sharon L.Lechter entre outros também importantes.

Existem cartilhas simples até mesmo das instituições financeiras, que ensinam as pessoas a gastarem com mais responsabilidade, a usarem planilhas de gastos, etc.

Existem fundações que possuem mini cursos, que particularmente, como profissional da educação, tenho orientado os alunos a fazerem o curso, que é gratuito e realizam em seus momentos livres, sendo gratuito e emitindo certificado de participação.

Percebo que eles ficam maravilhados com os conceitos e um mundo novo se descortina para eles. Vejo os excelentes resultados, tanto no interesse das salas, como a ampliação de seus mecanismos de sobrevivência do mundo real.

Eles ficam motivados com o conhecimento significativo em suas vidas e começam por si mesmos a buscarem novas informações e autores. O Universo educacional se expande e o futuro do aluno também.

É prazeroso perceber que ele passa a se preparar para um futuro mais promissor.


Publicado por: michele stanojev moreira

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola