Topo
pesquisar

O que o empresário deve fazer primeiro: Arrumar a casa ou dinamizar seus negócios?

Economia e Finanças

O que o empresário deve fazer primeiro: Arrumar a casa ou dinamizar seus negócios?, Alinhamento com o modelo de negócio, Custos, Competências essenciais, Risco, Proximidade com o mercado, Cultura, Enfoque programático, Equilíbrio de talentos.

Tanto uma coisa como outra é importante, porque as duas visam resultados. Quando as empresas começam a percorrer o caminho de ajuste administrativo e financeiro, chega o momento de realocar sua força de trabalho para novos rumos de atuação, normalmente, encontram-se diante de grande variedade de opções e ação que leva, por vezes, a enfrentar grandes desafios. Precisamos verificar constantemente nossas competências essenciais para ver se estão em dia, e devemos estar dispostos a abandonar as coisas que já não faz mais sentido, diz Peter Drucker.

Os projetos de ajuste da mão-de-obra deveriam ser integrados ao plano de negócios estratégico mais amplo, capaz de buscar o equilíbrio entre os ganhos de curto prazo e o posicionamento; as expectativas de desempenho e a rentabilidade de longo prazo. Essa medida pode proporcionar o marco para a avaliação das decisões de gestão, com diversos critérios que devem ser levados em conta:

· Alinhamento com o modelo de negócio.

Como a unidade de produção se ajusta a nosso modelo de negócio? O fortalecimento da imagem vai fazer parte deste novo modelo, bem como a rentabilidade e o crescimento da empresa? Esses efeitos tendem a diminuir com o passar do tempo?

· Custos

Quais são as vantagens relacionadas aos custos desse ajuste. De que maneira os custos de mão-de-obra serão afetados pela qualificação ou requalificação, novas contratações, mudanças e outros fatores?

· Competências essenciais

Como comparar o conjunto de habilidades dos profissionais escolhidos com nossas competências essenciais? Com o tempo, de que modo, as pessoas mais talentosas serão afetadas por tendências, no que se refere à cultura, experiência e linguagem?

· Risco

Qual nossa disposição para correr riscos?

· Proximidade com o mercado

Qual a distância entre nossos atuais mercados e os que pretendemos atender no futuro? Como esses fatores podem afetar o alcance, o serviço e a capacidade de atendimento ao cliente, sobretudo nos principais segmentos que atuamos?

· Cultura

Se houve deslocamento de pessoas ou unidade de produção, qual a conseqüência para o conjunto dos empregados? A cultura da empresa será fortalecida ou prejudicada?

· Enfoque programático

Cada empresa precisa alinhar suas decisões com suas fontes de diferenciação competitiva e suas necessidades.

· Equilíbrio de talentos

O mercado de trabalho ganha maior complexidade, e o fluxo de talentos deve estar à altura das futuras exigências do negócio. O sucesso de uma organização dependerá cada vez mais de sua capacidade de manter o equilíbrio entre a oferta e a demanda dos cargos essenciais e de, ao mesmo tempo, aproveitar as oportunidades oferecidas pelo mercado de trabalho. Será essa capacidade estratégica que separará vencedores e perdedores.

Amazildo de Medeiros – Analista Organizacional

Matéria Técnica - Análise Resumo.

(Fonte: HSM Management novembro e dezembro -2006)


Publicado por: Amazildo de Medeiros

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola