Topo
pesquisar

Educação Brasileira

Curiosidades

Situação da educação no Brasil.

Pensemos um pouco sobre a escola como conhecemos desde crianças e que já existe há séculos no Brasil. Como ela se configura? As crianças são separadas em grupos, geralmente da mesma idade, chamados de "turmas". Os mestres ensinam a essas turmas conteúdos que seguem um "programa" pré-definido para cada nível de turma, de acordo com o que é esperado que aqueles sujeitos em formação possam aprender. Para pais e filhos, tal configuração é "natural", simplesmente porque "sempre foi assim". Mas será que por ser dessa forma há tanto tempo necessariamente é um modelo eficiente para a educação no Brasil?

Um conhecedor de alternativas como a Escola da Ponte, em Portugal, Rubem Alves diz que "os saberes dos cardápio 'programa' não são respostas às perguntas que as crianças fazem". As crianças querem e precisam descobrir as ações básicas da vida, cada uma ao ritmo de sua observação, de acordo com o seu temperamento, seu próprio método. Elas procuram, pesquisam e questionam as gerações mais experientes sobre suas receitas.

É nesse sentido que a Escola da Ponte busca trabalhar com seus alunos. A escola não possui turmas fixas, formam-se pequenos grupos com um interesse comum e sob a orientação de uma professora, estabelecem um plano de trabalho por cerca de 15 dias. Utilizam muito a internet e centros de informação e documentação. No final dos 15 dias, o grupo se une para avaliar o que foi aprendido e se for satisfatório, dissolve-se este e formam-se outros grupos para pesquisar outros assuntos. Nesses grupos, há crianças de diversas idades, nos quais as mais experientes ensinam o que sabem às mais novas.

A escola possui muitas particularidades, além do método de trabalho em pesquisa. No entanto, em um primeiro momento, cabe refletir sobre a perplexidade que nos causa uma instituição de ensino que não ministra cursos regulares, como estamos acostumados. Como, de fato, aprendemos? O aprendizado acontece diante de um desejo de conhecimento, o que às vezes chamamos de curiosidade. Como nas palavras de Rubem Alves "Quanto à ciência que se aprende a partir da vida, ela não é esquecida nunca. A vida é o único programa que merece ser seguido."


Publicado por: Cíntia Albuquerque Bittencourt

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola