Topo
pesquisar

Agora na Paraíba Professor é Profissão de Risco

Atualidades

Clique e saiba um pouco mais sobre a violência na Paraíba com os professores.

No último dia 12 de maio de 2015, na Escola Estadual Major Veneziano, no Bairro da Catingueira em Campina Grande, o descaso com a segurança na Paraíba chega ao Cúmulo do absurdo, quando um professor de educação física é covardemente assassinado dentro das dependências daquela unidade escolar, no momento em que o mesmo encontrava-se corrigindo algumas avaliações na sala dos professores. Essa covarde atitude é a mais recente de uma série de outras que já vem acontecendo em várias outras unidades escolares no nosso Estado.

A atitude covarde de assassinar alunos dentro das unidades escolares na Paraíba já se tornou uma macabra realidade desde 2013, quando um aluno de uma escola na capital atentou de forma covarde contra uma colega de turma por motivo fútil. Desde então o número crescente deste tipo de covardia vem aumentando de forma indiscriminada na Paraíba, chegando agora ao cúmulo de atingir um professor no seu local de trabalho, que pelas primeiras investigações divulgadas pela polícia pode ter sido assassinado por engano, pois na mesma unidade de ensino no mesmo dia prestava serviços naquela unidade, um preso albergado que no momento trajava roupas com as mesmas características do professor, o que poderia ter confundido o covarde algoz.

Infelizmente a violência aumenta indiscriminadamente no nosso estado, enquanto os nossos representantes parlamentares gozam da mais perfeita segurança e blindagem, proporcionadas pelos cargos públicos que ocupam. Já a população fica cada vez mais acuada em espaços limitados dentro da própria sociedade, devido ao aumento da impunidade e a falta de interesse do governo do estado, em tomar as iniciativas necessárias no sentido de elaborar planos e investimentos dentro da segurança pública.

É inadmissível que alguém cometa um homicídio seja capturado pela polícia, e em menos de 24 horas esteja nas ruas, seja por falta de vagas nas cadeias públicas, ou por meras questões burocráticas. E isso infelizmente já aconteceu em nosso Estado, é necessário que as autoridades deem a resposta que a situação atual merece, não deixando cair no vazio da impunidade à morte desse profissional da educação, e que tudo isso sirva de exemplo para as nossas autoridades parlamentares acordarem, e tomarem as devidas providencias no sentido de modificarem o mais rápido possível o nosso arcaico código Penal.

A população Campinense e Paraibana clama as autoridades policias que façam desse caso questão de honra, respondendo com a captura desse elemento, e que essa seja considerada a resposta da sociedade ao submundo do crime que mata, estupra e humilha a população paraibana, enquanto o poder executivo parece ficar de braços cruzados.


Publicado por: JORGE LUCENA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola