Topo
pesquisar

A Escola Ontem e Hoje

Atualidades

Qual é a diferença entre as escolas de antigamente e as de hoje?

Para as pessoas que vivenciaram a escola de alguns anos atrás, e presenciam os atuais acontecimentos da escola pública no Brasil hoje, nota uma mudança catastrófica com relação ao comportamento dos alunos, falta de interesse pelo conteúdo e desrespeito pelos professores são apenas alguns dos problemas enfrentados em sala de aula, além desses uma série de problemas chegam a somar tomando o efeito de uma bola de neve onde o bullyng e a violência torna-se o ponto mais crítico desse somatório de dificuldades. Mas onde estará o ponto chave dessa mudança de atitudes? Será que a escola é a única responsável por toda essa mudança? A essas indagações podemos colocar inúmeras outras, os estudiosos das didáticas escolares propõem suas teorias até certo ponto magníficas nas suas apresentações teóricas, mas que quando tentamos colocá-las em prática no nosso dia a dia ficamos com a perturbadora sensação que não funcionou como deveria. Todos nós sabemos e que é plenamente divulgado nos meios de comunicação que o governo federal envia recursos suficientes para a educação, mas que infelizmente nunca chegam a sua totalidade no objetivo a que foram direcionados. Mesmo assim os recursos são suficientes para se fazer um excelente trabalho dentro da escola, apesar dos descasos com a coisa pública pela grande maioria dos governantes.

Se nós fizermos uma comparação com a escola pública de anos atrás, fica bem visível que a quantidade de recursos era bem inferior e mesmo assim a qualidade do ensino e do aprendizado dos alunos no tocante ao interesse é com certeza bem superior aos dos dias atuais. A educação é o ponto básico para estruturar toda uma sociedade, nos últimos dias podemos observar o quadro de medalhas das olimpíadas, e o que nos chama a atenção é que os países que dão prioridade a educação consequentemente conseguem demonstrar uma excelente disciplina, e o quadro de medalhas expressa todo esse domínio sobre os outros países. Apesar dos esforços das pessoas realmente interessadas em fazer uma educação de qualidade nesse país estamos muito distantes ainda de conseguir atingir esse objetivo.

Em minha opinião o ponto principal para se atingir esse objetivo será a união da família dos alunos com a escola e a sociedade de uma forma geral, nos conselhos caseiros sobre a importância da escola, na presença dos responsáveis com relação às necessidades dos alunos, na cobrança efetiva dos pais por resultados positivos tanto do corpo docente quanto do discente.

Com relação à remuneração dos professores, essa deveria ser monitorada e paga diretamente do governo federal, ou seja, os salários dos professores deveriam ser federalizados, dessa forma acabaria toda essa polêmica com relação ao piso dos professores, não haveria gestores intermediários e os salários desses profissionais seriam de inteira responsabilidade do governo federal, podendo o mesmo valorizar de forma mais consistente os seus salários ficando a cargo dos estados e municípios apenas a fiscalização referente ao processo educacional.

CONCLUSÃO

Essa é a opinião de um profissional da educação que dedica todo o dia grande parte de seu tempo a educação de nosso país, na esperança de um futuro melhor com uma educação de qualidade de pessoas conscientes e formadoras de opinião, com uma política justa em todos os setores de nossa sociedade livre de toda e qualquer situação avessa ao crescimento intelectual, contra as drogas e todo o malefício que nas atuais circunstâncias denigre e mancha a nossa sociedade.


Publicado por: JORGE LUCENA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola