Topo
pesquisar

Percebendo a Arte

Artes

Percebendo a Arte, o homem e os animais, o homem criativo, a capacidade de imaginar do homem, a arte como construção simbólica, a arte presente no dia-a-dia, a arte como alimento da alma.

Quando observamos à nossa volta, notamos que estamos cercados por uma série de objetos, seja na casa, no trabalho, nas ruas, na sala de aula, nos mais diversos lugares. Se verificarmos esses objetos, notaremos que todos foram feitos com uma única finalidade: facilitar a vida do homem.

Essa capacidade de criar instrumentos e aperfeiçoá-los foi o que garantiu ao homem sua permanecia na face da terra e o seu poder de dominar e transformar a natureza.
Na verdade, é essa força criadora que difere o homem dos demais animais existentes. Todos os outros animais se alimentam, mas só o homem planta seu próprio alimento, cozinha-o, inventa facas e garfos e colheres para facilitar seu consumo. Todos os animais necessitam de água, mas só o homem a armazena, trata-a, inventa copos e garrafas e potes para melhor acondicioná-las. Enfim, só o homem é criativo, inventivo e imaginativo.
Você deve estar se perguntando o que à arte tem a ver com isso. Pois eu digo que tudo. O homem também é o único animal capaz de se expressar por meio da arte. Só o homem faz arte.

Graças a sua capacidade de imaginar, o homem pode abstrair intelectualmente tudo que o cerca, criar seus próprios conceitos a respeito desse todo (mesmo que por partes) e materializá-lo, expressando-o a partir de suas próprias emoções e sensações, da maneira que sua criatividade e inventividade lhe possibilitarem.
A arte é uma construção simbólica de tudo aquilo que o homem é capaz de abstrair intelectualmente e expressar por meio de sua criatividade e inventividade. Sendo assim, tudo que nos cerca é arte.

E a arte está realmente presente no nosso dia a dia.
O simples fato de acordamos todos os dias pela manhã, já nos coloca em contato direto com a arte. Existe arte na cama que dormimos no pijama que usamos no tubo de pasta de dentes, na própria escova de dente. Existe arte nas roupas que escolhermos para vestir, na xícara que usamos para tomar café e até mesmo no pão que comemos.
Ao assistirmos televisão nos deparamos com várias linguagens artísticas: propaganda, novelas, filmes etc. Ao ligarmos o rádio também temos contatos com linguagens artísticas, como a música, por exemplo. E por falar em música, quem é que nunca se pegou cantarolando ou assoviando uma música? Quem é que nunca se pegou dançando embalado por um ritmo qualquer? Quem é que nunca se emocionou ouvido uma bela canção?

Deparamos-nos com a arte nas ruas, todos os dias, na arquitetura dos prédios, praças e jardins. Nos out dors de propagandas, nas páginas dos jornais, nos livros e revistas. Para todos os lugares que olhamos, se olharmos com atenção, veremos arte.
Se a arte está em todos os lugares, se ela é uma forma do homem se expressar e se nos temos contato com a arte a todo instante, então a arte está muito mais próximo de nós do que imaginamos. Sendo assim, a arte não é um privilégio dos artistas, mas um instrumento ao alcance de todos que queiram se valer dela para também se expressar.
Pintura, desenho, escultura, música, teatro, dança, cinema, fotografia, literatura, artesanato, moda, culinária, propaganda, etc, etc e etc... São todas as linguagens artísticas à disposição do homem, criadas pelo próprio homem e para benefício do próprio homem.
E como diz o ditado: “Se Deus nos deu o pão como alimento do corpo, nos deus a arte como alimento da alma”.


Publicado por: Pablito Torres

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do Brasil Escola, através do canal colaborativo Meu Artigo. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
MeuArtigo Brasil Escola